Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Dicas para os homens Doenças e Tratamentos Saúde

Os 7 Principais Sintomas da Epididimite em Homens

Os Principais Sintomas da Epididimite em Homens são para que eles possam estar atentos aos seus Principais Sintomas da Epididimite, até porque ela é uma doença que se desenvolve apenas neles. Além disso, a Epididimite é uma inflamação do tubo enrolado (epidídimo) na parte de trás do testículo que armazena e transporta o esperma. Os homens de qualquer idade podem ter Epididimite.

A Epididimite é mais frequentemente causada por uma infecção bacteriana, incluindo infecções sexualmente transmissíveis (DSTs), como gonorreia ou clamídia. Às vezes, um testículo também pode tornar-se inflamado – uma condição chamada epididymo-orchitis. Então, confira Os 7 Principais Sintomas da Epididimite em Homens:Dor nos Seus Testículos: Este é um dos Principais Sintomas da Epididimite. A dor pode começar em um testículo e lentamente expandir para ambos os testículos ao longo do tempo. A dor é geralmente localizada na parte inferior do testículo, no início da inflamação, e pode se espalhar lentamente para abranger o testículo inteiro, ou mesmo os dois testículos.

O tipo de dor difere dependendo de quanto tempo o epidídimo está inflamado; pode ser uma dor aguda ou com queimação. A dor é um processo complexo que é o resultado da sensibilidade do nervo em consequência de danos, componentes do sistema imunológico e aumento do fluxo sanguíneo durante a infecção.

Dor ao Urinar: Outro Principal Sintoma da Epididimite é quando você começar a sentir dor ao urinar, à medida que a inflamação cresce, expandindo-se para os tecidos circundantes. Em casos graves, irá aparecer sangue em sua urina, devido a pequena hemorragia que ocorre dentro dos tubos pelos quais a urina passa ao sair. Essa, obviamente, não é uma sensação confortável.

Inchaço ou Vermelhidão nos Testículos: O testículo também parecerá vermelho, por causa do aumento do fluxo sanguíneo para a área, além de tornar-se inchado, porque mais fluido está vazando para a área infeccionada, esse está entre um dos Principais Sintomas da Epididimite.

O testículo pode ficar quente ao toque também, e isto é também devido ao aumento do fluxo sanguíneo. Esses sintomas provavelmente irão aparecer dentro de três ou quatro horas após os sinais iniciais de infecção.

Resíduos na Uretra: Às vezes, um resíduo claro, branco ou amarelado pode aparecer na ponta do seu pênis devido à inflamação e infecção do trato urinário. Isto é especialmente verdadeiro se a infecção se dever a uma DST.

Queimação ao Urinar: A maioria dos homens que adquirem Epididimite de uma infecção, tem uma infecção que começa na uretra e, em seguida, move-se para o tubo, eventualmente infectando o epidídimo. Qualquer infecção no trato urinário pode irritar a bexiga, tornando-a hiperativa ou danificando seu revestimento.

  • Necessidade de urinar com mais frequência do que o habitual;
  • Sangue na urina.

Doenças sexualmente transmissíveis como a gonorreia e clamídia, que são as causas mais comuns de Epididimite em homens jovens sexualmente ativos. Outras infecções bacterianas, como as do trato urinário e de próstata são comuns em homens que não são sexualmente ativos. Isso porque a infecção pode se espalhar do local infectado até o epidídimo.

Causas:

Certas medicações para o coração;
Urina no epidídimo (Epididimite química), que acontece quando a urina flui para trás, para o epidídimo, possivelmente por causa de trabalho pesado ou de deformações;
Traumas na região;
Tuberculose (raramente).

Epididimite Crônica: Epididimite que dura mais de seis semanas ou que se repete é considerada crônica. Os Sintomas da Epididimite crônica podem vir gradualmente. Às vezes, a causa da Epididimite crônica não é identificada.

Tratamento: É importante tratar a infecção com os antibióticos prescritos até o final. Deve-se consultar o médico depois de terminada a medicação para verificar se a infecção foi eliminada. Geralmente, esses métodos de tratamento são bem-sucedidos. No entanto, existem casos em que é necessário tratamento mais invasivo. Se houve a formação de um abcesso (bolsa de pus), o médico poderá drená-lo com uma agulha.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.