Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Gravidez

Os 15 Primeiros Sintomas de Gravidez

Antes de ler o Artigo, Curta-nos Abaixo!

Os Primeiros Sintomas de Gravidez que muitas mulheres ignoram e as vezes demoram a iniciar o pré-natal. Além disso, os primeiros sintomas de gravidez são importantes sinais de alerta para a futura mãe, pois fazem com que a mesma procure logo um dos métodos para o diagnóstico, seja através do exame de sangue ou do simples teste de gravidez de farmácia. Algumas mulheres também recorrem a testes caseiros de gravidez, mas esses, além de não funcionarem, ainda podem fazer mal.

Saber precocemente que está grávida é essencial para que a mulher inicie o seu seguimento pré-natal o mais cedo possível. As mulheres que ficam sabendo da gravidez nas primeiras semanas podem tomar medidas que beneficiam o feto, tais como, melhorar o controle de glicose no sangue, aprimorar a dieta, usar suplementos, como ácido fólico e ferro, vigiar a pressão arterial, tratar infecções precocemente e evitar o consumo de álcool ou drogas potencialmente nocivas ao bebê no primeiro trimestre de gestação. Então confira agora Os 15 Primeiros Sintomas de Gravidez.

1. Alterações do Sono: É mais comum que ocorra aumento do sono como um dos Primeiros Sintomas de Gravidez. Ou seja, a mulher tende a ir dormir mais cedo e sente mais dificuldades em acordar pela manhã, independentemente de quantas horas já tenha dormido. Uma sensação de cansaço “desproporcional” às atividades diárias também é de se esperar e esta fadiga pode surgir com apenas uma semana de gestação. O detalhe é que, para as mulheres que já têm uma rotina bastante cansativa, o dia pode se tornar exaustivo.

Vale destacar que o cansaço e o aumento do sono na gravidez ocorrem por alterações hormonais. É um sintoma do início da gravidez, mas que habitualmente desaparece no segundo trimestre, retornando, porém, no final da gravidez, de forma geral.

2. Alterações Emocionais: Podem ocorrer alterações emocionais da alegria à tristeza e, inclusive, labilidade, que é a variação brusca de humor. A grávida pode chorar, por exemplo, ao se emocionar vendo um comercial de televisão ou ainda, ficar extremamente irritada e triste após uma simples discussão com o parceiro. Isso porque, nessa fase, coisas pequenas podem ganhar uma relevância desproporcional.

3. Alteração da Disposição Geral: É comum que na gravidez ocorram alterações da disposição geral da mulher. Por exemplo, pela manhã ela pode estar se sentindo perfeitamente bem, disposta para desempenhar suas atividades. Porém, do bem-estar pode passar à prostração, que é um estado de abatimento extremo, físico e psíquico, isso sem nenhum motivo evidente.

4. Mamas Sensíveis: Alguns dos Primeiros Sintomas de Gravidez a mulher com  pode sentir suas mamas mais sensíveis e turgidas (inchadas). O simples ato de colocar o sutiã, por exemplo, pode passar a incomodar. Para as mulheres que têm o costume de dormir de bruços, também, os seios podem se tornar um incômodo nessa fase em que estão mais sensíveis.

5. Cólicas ou Dores Abdominais: Os Primeiros Sintomas de Gravidez, logo no início, pode causar algum desconforto na parte inferior do abdômen e, ainda, uma sensação de inchaço na barriga – sintomas semelhantes aos que surgem dias antes da menstruação. Vale destacar que, com a gravidez, o útero sofre alterações (inclusive, de tamanho), o que estimula o aparecimento de algumas contrações, sentidas pela mulher como cólicas. É aceitável também que ela sinta uma sensação de peso na parte inferior do ventre, bem como pontadas na região lombar, baixo ventre e vagina.

6. Sangramento Vaginal: Um sangramento vaginal em pequena quantidade pode ocorrer. Isso porque, após a fecundação do óvulo por um espermatozoide, o embrião percorre as trompas e se implanta na parede do útero entre 6 a 12 dias, e esta implantação pode causar um pequeno sangramento (muitas vezes, é confundido, inclusive, com a menstruação que está para chegar).

7. Flacidez abdominal: Assim como é possível que ocorra aumento do volume abdominal, mesmo em gestações precoces , já como preparação do corpo para suportar o crescimento uterino –, pode ocorrer flacidez abdominal em algumas mulheres. Mas, vale destacar, isso varia muito de mulher para mulher.

8. Aumento das Mamas e Escurecimento das Aréolas Mamárias: O aumento das mamas é um sintoma comum da gravidez e pode surgir logo na primeira ou segunda semana de gestação. Ele ocorre por alterações hormonais que promovem a estimulação das glândulas mamárias, deixando-as preparadas para a fase de amamentação. Vale ressaltar que essa alteração pode ocorrer precocemente em algumas mulheres, mas isso não é uma regra: outras notam alterações nas mamas somente após várias semanas de gravidez. Pode ocorrer ainda escurecimento das aréolas mamárias, o que acontece devido ao aumento de células pigmentares na região, por ação dos hormônios sendo um dos Primeiros Sintomas de Gravidez.

9. Alterações Intestinais: É comum que ocorra aumento de gases nesta fase da vida da mulher, inclusive já nas primeiras semanas de gravidez. Este é um sintoma um tanto embaraçoso, principalmente em situações em que a mulher costuma ficar horas dentro de um lugar fechado com outras pessoas (como, por exemplo, trabalhando em um escritório). Porém, deve ser encarado da melhor maneira possível. Durante a gravidez, pode ocorrer ainda obstipação (também chamada de prisão de ventre ou constipação intestinal).

10. Queimação Gástrica e Sensação de Refluxo Esofágico: Durante a gestação, o trânsito intestinal fica mais lento e, devido a isso, além de intestino preso, podem ocorrer queimação gástrica e sensação de refluxo. Esse é um dos Primeiros Sintomas de Gravidez.

11. Enjoos: Os enjoos e os vômitos são sintomas típicos da gravidez. Geralmente pioram entre a 8ª e 16ª semanas da gestação, mas, há mulheres que já apresentam estes sintomas já na 2ª ou 3ª semana. Vale ressaltar que os enjoos têm ainda intensidades muito diferentes de mulher para mulher.

12. Alterações de Apetite: Durante a gestação existe grande alteração hormonal, emocional e metabólica, o que gera mudanças de apetite e aceitação alimentar na mulher. Podem acontecer da inapetência (falta de apetite) à compulsão alimentar e a possibilidade de desejos. Por exemplo, a mulher poderá apresentar aversão a certa comida e/ou cheiro que antes até lhe agradava. Ou vice-versa: poderá ter vontade de experimentar algo que nunca quis provar antes, entre outras mudanças.

13. Temperatura Basal Crescente: Se você tem tentado engravidar ativamente, já deve ter traçado sua temperatura corporal basal para identificar a ovulação. Geralmente, ela é elevada desde a ovulação até chegar o período de 2 semanas mais tarde. Se ela permanece elevada além de duas semanas, talvez seja porque está grávida.

14. Alterações da Pele e Cabelos: Devido a alterações hormonais que vem dos Primeiros Sintomas de Gravidez, ocorrem durante a gestação, podem ocorrer mudanças na pele e nos cabelos da mulher, provenientes da diminuição ou do aumento da oleosidade. No sexo feminino, vale ressaltar, a acne está muito relacionada a alterações hormonais que provocam aumento da oleosidade da pele. Por isso, pode ser que, a qualquer momento da gravidez, a mulher desenvolva acne ou apresente agravamento no quadro que já possuía antes.

15. Super Olfato: Se você está repelida por certos cheiros, ou teve um aumento da sensibilidade a odores, pode significar que você tem uma gestação em início.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.