Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Dicas Variadas

Os 14 Mitos Sobre a Masturbação

Os Mitos Sobre a Masturbação são um dos assuntos mais velhos e polêmicos discutido entre homens e mulheres. Alem disso, há muito tempo homens e mulheres praticam, no entanto, é difícil alguém falar sobre o assunto. Em rodinha de homens é algo mais comum, na de mulheres um pouco menos frequente.

mitos-sobre-a-masturbacaoTodo mundo se masturba. Ou quase todo mundo, de acordo com uma pesquisa nacional feita em 2009 nos Estados Unidos, cerca de 90% dos homens já havia se masturbado até os 30 anos de idade. Embora isso seja muito comum, ainda existem alguns mitos que pairam sobre o assunto. Então, vamos descobri os mitos sobre a masturbação.

1. A Masturbação é um bom Tratamento Para Ejaculação Precoce: Em alguns casos, sobretudo entre os mais jovens, a masturbação antes do sexo pode ajudar um homem a durar mais tempo na cama. Isso ocorre porque quando um homem ejacula, ele geralmente leva tempo para fazê-lo novamente. Na experiência do Sharlip, no entanto, os homens que usam a ejaculação desta maneira geralmente fazem isso com sua parceira sexual, não sozinhos.

2. A Masturbação Evita Câncer de Próstata: Um dos principais mitos sobre a masturbação, é de que os homens que ejaculam mais, têm um risco menor de desenvolver câncer de próstata. Estudos mostraram que homens que ejaculam cerca de 20 vezes por mês tem um terço a menos de risco da doença com relação aos homens que ejaculam apenas 4 a 9 vezes por mês. Um estudo posterior, feito em 2008, adiciona uma ressalva: homens sexualmente ativos por volta dos 20 anos de idade têm um risco maior de terem câncer de próstata, particularmente se eles se masturbam muito.

3. Masturbação faz Emagrecer: Alguns dos mitos sobre a masturbação é que pessoas acreditam que se masturbar em excesso pode causar a perda de peso, no entanto isso não passa de um grande mito. Estimular os seus órgãos sexuais não possui efeitos colaterais, ou seja, não te faz emagrecer ou engordar. Mesmo em excesso o orgasmo não é capaz de fazer com que uma pessoa perca tantas calorias. Quando o adolescente passa pela puberdade, ele pode sim perder peso, mas isso não tem relação com o início da estimulação sexual, mas sim com hormônios que passam a ser produzidos em maior quantidade em seu organismo.

4. Masturbação faz Mal Para a Saúde: Se alguma vez alguém já te disse que a masturbação poderia causar qualquer malefício para a saúde, saiba que se trata de mais um dos mitos sobre a masturbação. Tanto para os homens, quanto para as mulheres, a masturbação é algo que não prejudica o organismo em nada. Muito pelo contrário, pode trazer benefícios para a saúde, além de uma sensação de bem-estar, com a liberação de hormônios no orgasmo.

5. A Masturbação Pode Danificar os Órgãos Genitais: Um dos mitos sobre a masturbação que é verdade, quando os homens acariciando seus pênis ou mulheres esfregando seus clitóris ou usando vibradores é extremamente improvável que danificar os órgãos genitais. O propósito biológico da vida é reproduzir a vida, de modo que os órgãos genitais têm evoluído ao longo de eras para ser resistente, resilientes órgãos. Seu maior risco é um pouco de atrito da pele genital concurso durante as sessões prolongadas. A solução: Um lubrificante. Tente saliva, óleo vegetal, ou um lubrificante comercial.

6. É Apenas uma Maneira de Aliviar as Tensões Sexuais: Você já leu nos jornais aquela história sobre o adolescente que entrou em combustão por causa da tensão sexual acumulada? Não? Eu também não. Simplesmente porque isso não existe. De acordo com essa lógica, as pessoas que se masturbam seriam as pessoas mais sexualmente puras e em paz que existe.

Isso seria mais ou menos como falar para alguém controlar a raiva esmurrando outra pessoa, porque seria uma boa maneira de “aliviar as tensões”. Não vale a pena sentir a culpa, a vergonha e a solidão que estão ligada ao pecado apenas por uma sensação momentânea de alívio.

7. Apenas o Pênis Serve Para que Mulheres Gozem: O sexo feminino não precisa do pênis para que o prazer atinja seu nível máximo. Existem até mulheres que conseguem gozar sem a necessidade de penetração. Quem gosta de sentir a sensação de penetração durante a masturbação deve optar por produtos higiênicos e adequados. Claro que é possível mais estímulos sexuais com objetos com o mesmo formato de um pênis, incluindo alimentos, mas o ideal é o uso de itens que não machuquem e nem causem infecções na mulher.

8. Masturbar Vicia: A masturbação é um comportamento que pode trazer benefícios para o desenvolvimento da vida sexual dos adolescentes, e é considerado algo normal. No entanto, alguns deles podem fazer isso de maneira compulsiva. Estimular os órgãos genitais compulsivamente não tem relação com masturbação em si, nem é desencadeada por ela. As pessoas com comportamento compulsivo, podem ter compulsão por qualquer outra coisa.

9. Espinhas no Rosto: O surgimento de espinhas na pele não acontece por conta de uma simples masturbação. Vários fatores provocam espinhas na pele. E a masturbação libera endorfina e provoca no corpo um estado de bem-estar.

10. A masturbação Feminina não deve Começar na Puberdade: Por se tratar de um processo natural de conhecimento do próprio corpo, a masturbação feminina começa na puberdade, assim como a masturbação masculina. Portanto, garotas também podem aproveitar essa fase para terem prazer por meio do toque sem o auxílio de garotos. Portanto, se alguma mulher te disser que começou a se masturbar quando era mais jovem, não se assuste, pois você também deve ter feito o mesmo, não é?

11.  Acaba com o Desejo Sexual: A masturbação não acaba com o desejo na hora de transar com o seu parceiro ou parceiro. O efeito é totalmente o contrário. A tendência é que a sua libido aumente com o tempo. Ela não diminui o desejo e sim pode aumentá-lo.

masturbacao-mitos12. Masturbação Aumenta o Pênis: “Infelizmente para os meninos, essa é mais uma mentira. O tamanho do pênis é uma determinação genética e não sofre influência da masturbação. Não importa o quanto você se masturbe, o pênis não vai aumentar ou diminuir.

13. Masturbação Diminui a Quantidade de Esperma: A quantidade de esperma em cada ejaculação depende, basicamente, do tempo de abstinência entre duas ejaculações. Pode variar de 1,5 a 5 ml após um período de 36 a 48 horas de abstinência. Ou seja: se você se masturbar e logo depois emendar uma transa, provavelmente o volume de esperma pode ser menor – não necessariamente.

14. Idade Influencia: A idade é outro fator que influencia o volume da ejaculação. Então, se você sentiu que o volume diminuiu nos últimos anos, pode ficar tranquilo: essa é uma característica da idade mas, se você achar que há algo fora do comum, procure um urologista e tente espaçar mais uma ejaculação da outra.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.