Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Dicas para os homens Dicas Variadas Doenças Doenças e Tratamentos Receitas Remédio Caseiro Saúde Sintomas

Os 10 Sintomas da Gonorreia que Muitos Ignoram

Os Sintomas da Gonorreia que Muitos Ignoram fiquem atentos. Além disso, a gonorreia é uma doença sexualmente transmissível, provocada por uma bactéria, que pode afetar homens ou mulheres que têm contato íntimo sem camisinha, causando infecções frequentes no pênis, vagina ou ânus.

Geralmente, a gonorreia surge em adolescentes e jovens adultos com idade entre os 15 e os 24 anos, no entanto, pode ser evitado com o uso de camisinha durante o contato íntimo. Na maior parte das vezes a gonorreia tem cura através do uso de antibióticos, porém, após o tratamento, o paciente pode voltar a ser infectado caso tenha contato íntimo desprotegido novamente.

Além disso, tem-se observado que algumas pessoas tem uma maior resistência e o tratamento habitualmente realizado porque os antibióticos deixaram de fazer efeito, dificultando a cura. Neste caso pode ser necessário recorrer a uma combinação de antibióticos diferentes para curar a gonorreia resistente aos antibióticos existentes.

Sintomas da Gonorreia: A gonorreia é uma doença comum, transmitida durante a relação sexual, incluindo contatos vaginais, anais e orais. A gonorreia mais popular entre os jovens, com idades compreendidas entre os 15 e os 24 anos, e pode causar várias infecções genitais, retais e da garganta. Agora confira, Os 10 Sintomas da Gonorreia que Muitos Ignoram:

Nos Homens o Sintomas da Gonorreia são:

  • Dor e ardência ao urinar.
  • Secreção abundante de pus pela uretra.
  • Dor ou inchaço em um dos testículos.

Nas Mulheres os Sintomas são:

  • Incontinência urinária.
  • Corrimento branco-amarelado, semelhante ao pus.
  • Inflamação das glândulas de Bartholin, que ficam nas laterais da vagina e são responsáveis pela lubrificação da mulher.
  • Dor de garganta e comprometimento da voz, quando há relação íntima oral.
  • Inflamação do ânus, quando há relação íntima anal.
  • Quando não tratada, essa doença pode causar complicações com esterilidade, gravidez ectópica e dor pélvica crônica.

Como Prevenir a Gonorreia: Para prevenir o surgimento da gonorreia o mais importante é manter abstinência sexual ou ter contato íntimo apenas com camisinha de látex, pois é a único forma de impedir que a bactéria passe de um parceiro para outro.Embora a gonorreia possa passar durante qualquer tipo de contato íntimo, ela não infeta através de beijos, abraços ou partilha de talheres, por exemplo, pois a bactéria não é capaz de sobreviver fora do organismo humano.

Fatores de Risco da Gonorreia: Alguns fatores considerados de risco podem facilitar a contaminação com a bactéria causadora da gonorreia. Confira:

  • Pouca idade.
  • Ter vários parceiros sexuais.
  • Ter um parceiro com histórico de qualquer infecção sexualmente transmissível.
  • Não usar camisinha durante o ato sexual.
  • Uso abusivo de álcool ou de substâncias ilegais, que é um fator de risco para o sexo desprotegido.

Remédio Caseiro Para Tratar a Gonorreia: Um bom remédio caseiro para tratar a gonorreia é o chá com flores de romã, pois é uma planta medicinal que contém propriedades anti-sépticas e diuréticas que ajudam a eliminar a bactéria da gonorreia e a fortalecer o sistema imune.

Agora que você já conhece Os 10 Sintomas da Gonorreia que Muitos Ignoram, confira a receita completa do remédio caseiro para tratar a gonorreia;

Ingredientes:

Modo de Preparo:

  • Juntar os ingredientes e deixar repousar por 15 minutos.
  • Coar e beber o chá 1 vez por dia.

Este tratamento caseiro para gonorreia serve apenas para complementar o tratamento médico, não devendo substituí-lo.

Obs: Uma visita de acompanhamento após o tratamento da gonorreia é importante, principalmente em caso de dor nas articulações, erupções cutâneas ou dores mais fortes na região pélvica ou abdominal. Também devem ser realizados exames para garantir que a infecção tenha sido curada. Todos os parceiros sexuais do paciente com gonorreia devem ser contatados e examinados para evitar futuras transmissões da doença.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.