Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças do Aparelho Reprodutor

Os 10 Principais Sintomas da Candidíase Vaginal

Os 10 Principais Sintomas da Candidíase Vaginal são bem comuns, no entanto podem revelar muito sobre a saúde. Além disso, a Candidíase Vaginal, também chamada de monilíase vaginal, é uma infecção ginecológica provocada pelo fungo Candida albicans. Essa micose é tão comum que 3 em cada 4 mulheres terão pelo menos um episódio de candidíase vaginal ao longo da vida.

Candidíase Vaginal é uma infecção vaginal comum causada por fungos do gênero Candida. A candidíase pode ocorrer quando o sistema imunológico está debilitado1 ou quando as bactérias benéficas na vagina não conseguem manter o fungo (Candida albicans) sob controle. Essas condições podem criar um ambiente adequado para a proliferação da Candida geralmente a Candida albicans. A Candidíase Vaginal não é uma doença sexualmente transmissível. Ela pode ser bastante desagradável, mas, na maioria dos casos, é simples de ser tratada.

Sintomas da Candidíase Vaginal: A análise dos sintomas pode ser feita em casa sozinha e exige somente a observação. Ele é importante para ajudar no momento do diagnóstico e também entender quando ir ao médico ou não. O corrimento é comum para maioria das mulheres, o que faz com que a mudança dos aspectos dessa mucosa possam passar despercebidos por longo tempo e somente aparentar incômodo quando a doença está em estágios mais avançados, caracterizado pelas feridas e desconforto. Então confira agora Os 10 Principais Sintomas da Candidíase Vaginal:

  • Corrimento espesso, esbranquiçado e gosmento;
  • Coceira;
  • Ardência e irritação
  • Dor durante a relação sexual
  • Dor ao urinar
  • Pele rachada próxima a região sexual e na virilha
  • Sensação de queimação
  • Coloração avermelhada típica de inflamações
  • Escoriações na região vulvar e lábios vaginais
  • A candidíase também pode aparecer em outros locais do corpo como boca (candidíase bucal), lábios, dobras da pele

O corrimento vaginal é o principal sintoma, afinal, muitos dos casos em que há presença dessa situação. Estudos apontam que entre 20% a 25% dos relatos de corrimento são resultantes de infecção causada pela Candidíase Vaginal. Os sintomas da Candidíase masculina são bem semelhantes a Candidíase Vaginal, mas com algumas diferenciações como por exemplo no tamanho das escoriações. O incômodo por conta doença não é fácil de lidar, a candidíase pode afetar a vida pessoal e desempenho sexual da pessoa ( já que não é possível realizar atividade sexual enquanto não tratar a candidíase). Por isso procurar o exame e tratamento natural é o primeiro passo após a descoberta do diagnóstico.

Causas da Candidíase Vaginal:Um dos fatores que aumenta as chances dessa doença é a umidade e os ambientes quentes, por exemplo. Além disso, alguns fatores que podem contribuir para o seu desenvolvimento incluem:

  • Uso prolongado de remédios como antibiótico, corticoide ou quimioterapia;
  • Diarreia crônica, prisão de ventre ou estresse;
  • Uso de calcinha de tecido sintético ou absorvente por mais de 3 horas;
  • Usar a toalha de banho de outras pessoas;
  • Ter contato íntimo desprotegido.

A Candidíase Vaginal é mais frequente quando o sistema imune está fraco, como em casos de aids, câncer ou diabetes descompensada ou quando ocorrem alterações hormonais, como gravidez ou durante a menstruação.

Prevenção da Candidíase Vaginal: A maioria dos casos de candidíase, incluindo a vaginal, pode ser evitada mantendo a pele limpa e seca, utilizando antibióticos apenas com orientação médica, e seguindo um estilo de vida saudável, incluindo alimentação adequada. Pessoas com diabetes devem tentar manter o açúcar no sangue sob controle. Se você tem HIV ou outra doença que favoreça episódios recorrentes de candidíase, o uso contínuo de drogas antifúngicas pode ajudar a minimizar crises.

Fazer a higiene íntima regularmente, preferir roupas com tecidos de algodão e evitar peças justas, além de evitar o uso contínuo de absorventes internos também ajudam a evitar a candidíase vaginal. Usar camisinha em todas as relações sexuais também evita que você seja infectado.

Tratamentos e Cuidados Para a Candidíase Vaginal: Para o tratamento da doença são recomendadas medidas simples:

  • Devem-se evitar vestuários inadequados.
  • Não praticar duchas vaginais.
  • Não utilizar desodorantes íntimos.
  • Abstinência sexual durante o tratamento.
  • Utilizar camisinha.

Juntamente com essas indicações é recomendado o uso de antimicóticos via oral, além da utilização de creme vaginal de uso tópico. Todo tratamento deve ser indicado por um especialista, pois cada doença possui a sua indicação adequada.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.