Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Os 10 Principais Fatores de Risco Para Artrose

Os 10 Principais Fatores de Risco Para Artrose são importantes para a saúde, logo porque, os Fatores de Risco Para Artrose podem ser de grande ajuda quando se fala na prevenção da Artrose. Além disso, a Artrose, também chamada de osteoartrite, é uma doença que ataca as articulações promovendo, principalmente, o desgaste da cartilagem que recobre as extremidades dos ossos, mas que também danifica outros componentes articulares como os ligamentos, a membrana sinovial e o líquido sinovial.

A cartilagem articular tem por função promover o deslizamento, sem atrito, entre duas extremidade ósseas durante o movimento de uma articulação. Seu comprometimento pode gerar dor, inchaço e limitação funcional. Apesar de poder danificar qualquer junta do corpo, a Artrose afeta mais comumente as articulações das mãos, da coluna, joelhos e quadris.

A Artrose piora progressivamente com o tempo, e não existe cura. Mas os tratamentos podem retardar a progressão da doença, aliviar a dor e melhorar a função articular. Segundo dados do Ministério da Saúde, a Artrose atinge 15 milhões de pessoas no Brasil. Além disso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que a Artrose é a quarta doença que mais reduz a qualidade de vida para cada ano vivido.

Causas da Artrose: As pessoas com Artrose não mantêm cartilagem saudável suficiente à medida que envelhecem, o que significa que o movimento se torna mais doloroso quando os ossos se aproximam um do outro, em vez de serem bloqueados pela substância escorregadia que deveria atuar como um amortecedor entre os ossos. Precisamos de cartilagem para ajudar os ossos a “deslizar” e também para absorver vibrações ou choques que experimentamos quando nos movimentamos, e é por isso que a maioria das pessoas com doença articular degenerativa tem dificuldade em realizar atividades cotidianas normais. Quando a doença progride o suficiente, os ossos esfregam juntos de uma forma que provoca inflamação, inchaço, dor e perda de mobilidade.

Em pessoas que não sofrem de Artrose ou outras formas de dano articular (como a artrite reumatóide), suas articulações são encerradas em cartilagem lisa e forrado com líquido sinovial que ajuda com o “deslizamento” da cartilagem contra ossos, ossos contra os músculos e músculos contra os tecidos conjuntivos. Em casos graves da doença, as articulações começam a se tornar menores e também a mudar de forma, enquanto pequenos depósitos de osso (osteófitos, que às vezes também são chamados de esporão ósseo) também podem formar-se ao redor das bordas das articulações onde não devem estar. O principal problema com esporas ósseas é que a qualquer momento eles podem quebrar, causando mais dor e complicações.

Sintomas da Artrose: No início a Artrose pode não apresentar sintomas, sendo vista somente através de radiografias. A dor é o principal sintoma, que no início ocorre apenas com a movimentação da articulação afetada e melhora com o repouso, mas que progride para uma dor profunda até mesmo em repouso. Muitas vezes a dor é acompanhada de uma rigidez ao levantar-se pela manhã ou após longo período sentado. Pode ocorrer também diminuição dos movimentos, ruído na articulação (crepitações), inchaço na articulação, deformidades e falta de firmeza ao realizar movimentos.

Principais Fatores de Risco Para Artrose: Fatores que aumentam o risco de desenvolver Artrose:

  • Hereditariedade: há algumas evidências que mutações genéticas podem tornar um indivíduo mais propenso a Artrose.
  • Peso: o peso aumenta as pressões nas articulações, como no joelho.
  • Idade: a cartilagem sofre alterações na sua resistência como qualquer tecido do corpo humano com o passar do tempo.
  • Sexo: mulheres com mais de 50 anos de idade são mais propensas do que homens.
  • Trauma: lesão prévia no joelho, incluindo lesões esportivas, podem levar a Artrose.
  • Esportes de alto impacto: jogadores de elite do futebol, corredores de longa distância e jogadores de tênis têm um aumento do risco de desenvolver Artrose.
  • Outras doenças: episódios repetidos de gota ou artrite séptica, doenças metabólicas e algumas condições congênitas podem também aumentar o risco de desenvolver Artrose.

Tratamentos Para a  Artrose: Existem diferentes tratamentos para a Artrose. Antes de iniciar o tratamento, especialmente com medicamentos, converse com o seu médico. Sabemos que mudar seu estilo de vida, como fazer mais exercícios e perder de peso, são métodos muito eficazes como tratamento coadjuvante da Artrose. Quando há uma crise ou surto de Artrose, a pessoa deve ficar em repouso.

Principais Tratamentos Para Artrose:

  • Tratamento físico (fisioterapia, osteopatia, ergoterapia…)
  • Tratamentos medicamentosos (tratamento da dor e reconstituição da cartilagem)
  • Auxílio ortopédico (prótese)
  • Operação (prótese)

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.