Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Os 10 Alimentos Para Combater a Gripe e o Resfriado

Antes de ler o Artigo, Curta-nos Abaixo!

Os Alimentos Para Combater a Gripe e o Resfriado naturalmente. Além disso, quem nunca ficou refém de uma gripe ou Resfriado? Isso tudo se deve à baixa imunidade do nosso organismo. Para fortalecer seu sistema imunológico e não ficar de cama, uma alimentação saudável torna-se fundamental. Você pode manter seu sistema imunológico fortalecido desde a primeira até a última refeição. Para isto, basta consumir algumas substâncias, como ômega 3 e vitaminas A e C, que encontramos em alguns alimento.Entenda Melhor Sobre Gripes e Resfriados: Gripes e resfriados são doenças diferentes, causadas por vírus diferentes, mas com sintomas bem comuns. Por este motivo que muitas pessoas acreditam que se trata da mesma doença. Algumas semelhanças entre as gripes e resfriados:

Algumas Diferenças: Existem duas principais características que distinguem gripe e resfriado: a febre e o estado geral do paciente. Nos resfriados, a febre é bastante incomum. Já em casos de gripe, a febre se faz presente e acima de 38 ºC. Na gripe, é mais comum o paciente apresentar-se mais prostrado, com dor de cabeça e, frequentemente, com dor nos músculos e articulações. No resfriado, o paciente tem coriza, tosse e espirros, mas encontra-se mais ou menos disposto, apenas incomodado com estes os sintomas. Então, confira agora Os 10 Alimentos Para Combater a Gripe e o Resfriado:

Ricos em Vitamina A: Abóbora, manga, cenoura, brócolis, espinafre, agrião, couve e tomate são uns dos principais Alimentos Para Combater a Gripe e o Resfriado.

Ricos em Vitamina C: A Vitamina C merece um destaque especial. Muitas pessoas aumentam a ingestão de vitamina C, já que contribui para o fortalecimento do sistema imunológico. Porém, vale ressaltar que o nosso organismo absorve até no máximo 80 miligramas de vitamina C por dia (valor referente a um adulto, variando entre homens e mulheres). O que ultrapassa essa conta simplesmente é eliminado na urina. Isso acontece, por exemplo, com os suplementos vitamínicos, que em média oferecem 1 grama do nutriente.

É importante saber que a vitamina C em excesso pode se tornar um agente oxidante, em outras palavras, contribui para o envelhecimento. Quando falamos em consumir frutas ricas em Vitamina C, vale um alerta: este tipo de vitamina é sensível à luz, calor e ao oxigênio. Por isso, as frutas devem ser consumidas extremamente frescas. As frutas com vitamina C não devem ser guardadas na geladeira e quando quiser conservá-las, depois de cortadas, sele-as com um papel filme.

Ricos em Ômega 3: Linhaça, castanhas, amêndoas, peixes, azeite. Infelizmente, o ômega 3 não é produzido pelo nosso organismo, por esta motivo, deve ser incluído na dieta. Sua principal função contra as doenças é o poder anti-inflamatório. O recomendável é consumir uma porção de peixe duas ou três vezes por semana. Já a linhaça, pode ser consumida diariamente e de duas formas: a semente triturada – como ingrediente para vitaminas ou adicionada à refeição como farinha – e em óleo.

Probióticos: Leites fermentados, iogurte com lactobacilos, fibras solúveis encontradas nas frutas e cereais integrais. Probióticos nada mais são que carboidratos não digeridos pelo organismo humano e que contribuem para a manutenção da flora intestinal. Caso as bactérias do aparelho digestivo não estiverem desempenhando adequadamente seu trabalho, as vitaminas e minerais consumidos não serão absorvidos da forma que deveriam.

Vegetais, em especial, com folhas verdes escuras. Estes alimentos são uma excelente fonte de ácido fólico, ajudando a fortalecer o sistema imunológico. O ideal é consumir 250 ml ao dia. Para melhor conservação, recomenda-se guardar na geladeira.

Alho: Nossas avós sempre recomendaram um chá de alho quando estamos gripados ou resfriados. E isso não é à toa. O alho é muito eficaz quando se trata de fortalecer o sistema imunológico. Uma boa alternativa, é consumi-lo em cápsula. O óleo de alho em cápsula possui quase 1 grama do princípio ativo, comparado ao chá, que não concentra mais que 100 miligramas.

A única contra-indicação é para quem sofre de gastrite, já que a cápsula é um pouco ácida. Sem contar que o alho também tem um outro ponto positivo: é antitussígeno. Isso quer dizer que pode ser usado para acalmar a tosse e combater alguns sintomas de doenças crônicas do aparelho respiratório.

Vitaminas do Complexo B: Aumentam a imunidade do organismo. Podemos encontrar esse substância na lentilha, arroz integral, gengibre, germe de trigo, banana, verduras verdes, abacate, galinha, gema de ovo e nozes.Zinco: Mineral muito importante para o sistema de defesa, já que faz parte de enzimas antioxidantes e sua deficiência resulta em diversas doenças imunológicas. É possível encontrar zinco nas carnes, aves e feijões.

Selênio: Este mineral apresenta grande capacidade antioxidante, neutralizando a ação dos radicais livres no nosso corpo, além de ajudar na defesa antioxidante, afastando cada vez mais a gripe. E onde podemos encontrar uma considerável fonte deste mineral? Na castanha-do-pará.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.