Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Efeitos Colaterais

Os 10 Efeitos Colaterais dos Comprimidos Para Dormir

Os Efeitos Colaterais dos Comprimidos Para Dormir, se você tem o hábito de tomar Comprimidos para dormir! Você tem a impressão de que o que você está fazendo é completamente bom para sua saúde? Se a resposta for sim para todas estas perguntas, pare um pouco.

Ao tomar comprimidos para dormir, você está prejudicando sua saúde de muitas maneiras, até de formas inimagináveis. Os comprimidos para dormir têm uma série de efeitos colaterais. Este post fala sobre alguns dos mais perigosos deles.

comprimido-para-dormir-efeitos-colateraisAntes de ir para os efeitos colaterais dos comprimidos para dormir, vamos primeiro entender quais as séries de fatores que causam a insônia (a razão por trás do ato de tomar comprimidos para dormir). Esses fatores são:

  • Tomar estimulantes, como a cafeína, antes de ir para cama
  • Estresse
  • Ingestão excessiva de nicotina
  • Pressão do trabalho e inseguranças
  • Problemas de relacionamento
  • Mudanças de postos de trabalho que interferem com o ciclo natural de sono

Para induzir o sono, existem muitas opções, mas muitas pessoas optam pela solução mais rápida, que é tomar comprimidos para dormir. Clinicamente, eles são chamados hipnóticos sedativos.

Os comprimidos para dormir parecem ser a maneira mais fácil de cochilar, mas também podem causar sérios problemas à longo prazo. Como muitos outros medicamentos, estes remédios podem revelar-se prejudiciais à sua saúde.

Os riscos e efeitos colaterais podem ser graves quando você usa-os indevidamente e por bastante tempo. No entanto, a gravidade dos efeitos colaterais pode variar de uma pessoa para outra. Abaixo listados alguns dos efeitos secundários mais perigosos dos comprimidos para dormir:

Seu Corpo Desenvolve Resistência a Eles: Muitas mulheres e homens combatem a insônia usando comprimidos para dormir, e esses comprimidos parecem funcionar bem inicialmente. No entanto, as coisas mudam depois de um tempo. Seu corpo desenvolve resistência ao efeito dos comprimidos quando as consome por um longo tempo.

Depois de um tempo, você percebe que tomar os comprimidos não estão lhe ajudando a cair no sono. Isso pode até forçá-lo a recorrer a uma overdose de pílula para dormir, que pode ter um resultado fatal.

Comprimidos Para Dormir Podem Causar a Parasomnia: Alguns comprimidos para dormir podem causar a parasomnia, que é um estado semiconsciente que pode fazer as pessoas dormir enquanto andam ou sofrerem amnésia. As pessoas afetadas podem fazer muitas outras coisas enquanto dormem e ao acordar não podem se lembrar de nada. Isso pode revelar-se arriscado, às vezes.

Comprimidos Para Dormir Pode Causar Sonolência: Algumas pessoas que tomam comprimidos para dormir tendem a ficar mais afetados pelos remédios do que os outros. Eles podem ainda sentir sono quando acordam pela manhã, e a sensação pode persistir por algum tempo. A sonolência enquanto dirige pode ser bastante arriscado. Isso também pode acontecer quando as pessoas acordam mais cedo do que o habitual por algum determinado motivo. E você sabe que isso afeta negativamente a sua eficácia no local de trabalho.

As Pílulas Para Dormir Podem se Tornar Viciante: Algumas mulheres e homens acham bastante tedioso dormir sem tomar medicamentos para dormir, uma vez que se habituaram a estes remédios. Isto é o que os médicos chamam de insônia de rebote. Você pode precisar de intervenção médica uma vez que estes sintomas de abstinência acontecem. É pior do que alguns problemas gerais de sono.

Comprimidos Para Dormir Pode Levar a Azia: Estudos têm sugerido que o uso de alguns tipos específicos de pílulas para dormir pode aumentar o risco de refluxo ácido nos usuários. Um estudo realizado no Hospital Thomas Jefferson da Universidade da Filadélfia mostrou que as pessoas, que usaram a pílula para dormir zolpidem, realmente dormiram durante períodos de refluxo ácido, em vez de acordar. Ele pode causar danos ao esôfago à longo prazo.

Risco de Morte Precoce e Câncer: Um estudo da Universidade da Califórnia realizado há alguns anos concluiu que usar pílulas para dormir pode encurtar sua vida útil. Os resultados do estudo publicado na revista BMJ Open mostrou que o risco de morrer aumenta de acordo com a quantidade de pílulas para dormir que tomam. Não só isso, tomar pílulas para dormir também pode torná-lo mais suscetível ao câncer, descobriram os autores do estudo. As pílulas hipnóticas populares, como Restoril e Ambien, foram consideradas arriscadas.

Risco de Doenças Relacionadas com a Perda de Memória: Muitos idosos podem enfrentar problemas de perda de memória se tomarem pílulas para dormir por um tempo prolongado. Um estudo concluiu que os idosos que tomam pílulas para dormir por mais de 3 meses podem ser vulneráveis ao desenvolvimento da doença de Alzheimer, uma doença degenerativa. Os pesquisadores disseram que a benzodiazepina era o remédio mais potente para isso.

remedios-para-dormiReação Alérgica: Isso é algo que algumas pessoas enfrentam, mas não é inédito. Isso pode acontecer quando seu corpo é alérgico a alguns compostos presentes no medicamento para dormir. As reações alérgicas incluem problemas respiratórios e grave inchaço facial.

Interação com álcool: Alguns medicamentos para dormir, quando tomados com ou após beber álcool, podem acentuar os efeitos de ambos. Como resultado, depois de acordar você se sente muito grogue e com sensação não tão boa.

Podem Altera o Comportamento: Aqueles que se tornam viciados em usar pílulas para dormir podem mostrar irritabilidade. Muitos também se queixam de mudanças de humor.

Deixe-nos saber como este post o ajudou. Por favor, comente na caixa abaixo!

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.