Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças Doenças e Tratamentos

Estomatite – O que é, Sintomas e Tratamentos

Estomatite – O que é, Sintomas e Tratamentos com remédios. a Estomatite é um termo geral para uma boca inflamada e dolorida, pode interromper a capacidade de uma pessoa para comer, conversar e dormir. A Estomatite pode ocorrer em qualquer lugar da boca, incluindo o interior das bochechas, gengivas, língua, lábios e palato. A inflamação oral e as úlceras, conhecidas como Estomatite, podem ser leves e localizadas ou graves e generalizadas. Eles são invariavelmente dolorosos. A Estomatite pode envolver inchaço e vermelhidão da mucosa oral ou úlceras discretas e dolorosas (simples ou múltiplas).

Menos comumente, as lesões esbranquiçadas se formam e, raramente, a boca parece normal (síndrome da boca ardente), apesar de sintomas significativos. Os sintomas dificultam o consumo, às vezes levando a desidratação e desnutrição. A infecção secundária ocasionalmente ocorre, especialmente em pacientes imunocomprometidos.

Causas de Estomatite: A Estomatite é mais comum em crianças pequenas entre as idades de 6 meses e 5 anos. As pessoas expostas ao HSV-1 podem desenvolver feridas orais mais tarde na vida como resultado do vírus. HSV-1 está relacionado ao HSV-2, o vírus que causa o herpes genital , mas não é o mesmo vírus.

A Estomatite aftosa pode ser um ou um conjunto de pequenos poços ou úlceras nas bochechas, gengivas, dentro dos lábios ou na língua. É mais comum em jovens, na maioria das vezes entre 10 e 19 anos de idade. A Estomatite aftosa não é causada por um vírus e não é contagiosa. Em vez disso, é causada por problemas de higiene bucal ou danos às mucosas. Algumas causas incluem:

  • Lesões ou traumas na boca
  • Tabagismo
  • Consumo exacerbado de bebidas alcoólicas
  • Passar por sessões de quimioterapia e radioterapia, procedimentos comuns no tratamento da maioria dos tipos de câncer
  • Doenças que afetam a imunidade, como lúpus, doença de Crohn e Aids
  • Uso de aparelhos dentários
  • Cáries dentárias
  • Gengivite
  • Úlceras orais.

Sintomas de Estomatite: Os principais sinais e sintomas de Estomatite incluem:

  • Vermelhidão na região da gengiva;
  • Surgimento de pequenas erupções arredondadas;
  • Surgimento de bolhas que mais tarde se rompem e dão origem a úlceras orais.
  • As úlceras são muito semelhantes a aftas e podem se espalhar por toda a boca, sobretudo na gengiva, na língua e no começo da faringe, próximo às amígdalas.
  • Febre alta;
  • Dor na boca;
  • Irritabilidade (principalmente em crianças);
  • Falta de apetite;
  • Dificuldade para comer;
  • Dor de cabeça

A crise dos sintomas costuma durar por aproximadamente duas semanas, mas a primeira semana é sempre a mais difícil, que é quando a boca está mais sensível do que nunca e há presença de dor nas lesões.

Tratamentos de Estomatite: Mesmo sem tratamento, feridas na boca não costumam durar mais de 2 semanas. Com a causa da Estomatite identificada, o médico pode fazer o tratamento correto. Porém, se ela não for descoberta, é feito apenas o tratamento para aliviar os sintomas do paciente.

É preciso manter o paciente sempre hidratado. Procure oferecer bebidas que não contenham gás, não sejam ácidas e preferencialmente geladas, como água, milk-shake, iogurte e sorvete. Fazer comidas sem muito tempero é indicado para que não cause dor aos pacientes. Macarrão na manteiga, purê de batata ou de mandioca podem ser boas opções para manter a pessoa alimentada. Se houver queimadura na boca, fazer gargarejo com água gelada ou chupar gelo ajudam a aliviar os sintomas. Os medicamentos mais usados para o tratamento de Estomatite são:

  • Brometo de Pinavério 100mg
  • Brometo de Pinavério 50mg
  • Gingilone
  • Hexomedine

OBS: Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e nunca se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Prevenção de Estomatite: Lavar as mãos corretamente ajuda a evitar a entrada de muitos vírus e bactérias. Procure manter as mãos de seu filho sempre bem lavadas, pois é comum crianças, principalmente de meses de vida, levarem a mão à boca. É essencial, também, manter uma boa higiene oral e tratar a causa subjacente à Estomatite. Alguns suplementos nutricionais como as vitaminas B (folato, B-6, B-12) podem ajudar. Alimentos elevados nestas vitaminas também podem ajudar. Alguns alimentos ricos em vitaminas B incluem:

  • brócolis
  • pimentões
  • espinafre
  • Beterraba
  • fígado de vitela
  • Lentilhas
  • espargos

A higiene bucal adequada também é importante. Você também deve evitar alimentos ácidos ou picantes se esses alimentos provocaram surtos no passado. E outra maneira de evitar um surto é não falar ao comer, pois isso aumenta a chance de morder a bochecha. A cera dental pode suavizar as bordas dos aparelhos dentários, como retentores ou aparelhos. Se o estresse parece ser um gatilho, exercícios de relaxamento podem ajudar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.