Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças Doenças Degenerativas

Espondilose Cervical – O que é, Sintomas e Tratamento

Antes de ler o Artigo, Curta-nos Abaixo!

Espondilose Cervical – O que é, Sintomas e Tratamento possíveis. Além disso, A Espondilose cervical é constituída por alterações degenerativas inespecíficas da coluna cervical. Essas alterações podem ocorrer no corpo da vértebra, no disco intervertebral ou nas articulações entre as vértebras. Elas são, quase sempre, neoformações ósseas, chamadas de osteófitos (“bicos de papagaio”), que podem levar a estreitamento dos foramens neurais, e causar compressões das raízes nervosas periféricas que emergem da coluna cervical e seus correspondentes sintomas.

 

Radiograficamente, o aspecto do osteófito remete ao Espondilose cervical., vindo daí o nome popular. Alguns especialistas acreditam que o Espondilose cervical possa surgir devido à desidratação do disco intervertebral, por espondilose, por pré-disposição genética, sobrecarga articular (como no caso de obesidade), devido a algum problema articular prévio (como inflamação, fratura, ruptura de ligamentos, entre outros) ou em consequência de impactos sofridos desde a infância.

Todavia, é importante salientar que a principal causa do aparecimento desta anomalia óssea é a permanência em posturas incorretas ao longo da vida, resultando em lesões nas articulações vertebrais. Destas últimas, originam-se os osteófitos, que por sua vez, causam a desidratação do disco intervertebral, fazendo com que as vértebras fiquem mais próximas uma da outra, com consequente compressão da raiz nervosa. Portanto, a dor presente na osteofitose decorre dessa compressão. Então confira agora os Principais Sintomas do Espondilose cervical.

Principais Sintomas: Ao passo que o indivíduo envelhece, as dores causadas pelo Espondilose cervical começam a surgir. Contudo, alguns sinais percebidos, anteriormente, podem indicar a presença dessa expansão óssea. Pessoas que durante a vida não adotaram boa postura corporal, não praticaram atividades físicas e vivenciaram períodos intensos de estresse, apresentam maiores chances de desenvolver osteófitos. Alguns dos sintomas que podem indicar a presença de ‘Espondilose cervical.‘ incluem:

  • Sensação de formigamento nas pernas quando se desenvolve na região lombar ou nos braços caso se localize na cervical;
  • Dor forte localizada nas costas ou que irradia até à coxa, principalmente quando se movimenta;
  • Diminuição da força muscular.
  • dor forte, limitação dos movimentos, da sensibilidade e dos reflexos.
  • Estes sintomas são comuns a outras doenças osteoarticulares principalmente da coluna e para confirmar o diagnóstico é fundamental ir ao ortopedista para realizar
  • um raio X da coluna ou ressonância magnética.

Através destes exames de imagem o médico detecta o desgaste do disco intervertebral, aproximação entre as vértebras e a formação de proeminências na região lateral das vértebras semelhante ao Espondilose cervical. Saiba agora, como é o Tratamento do Espondilose cervical.

Tratamento: Para aliviar a dor e desconforto que este problema causa, o médico pode recomendar o uso de analgésicos e anti-inflamatórios. Além disso, deve-se manter uma postura correta para evitar o agravamento da doença e, em alguns casos, também pode ser necessário fazer fisioterapia pelo menos 4 vezes por semana para melhorar a postura e diminuir a dor. Em casos mais graves, pode ser necessário fazer uma cirurgia para corrigir o desalinhamento da coluna. Previna-se, através de algumas mudanças no estilo de vida e postura é possível a Prevenção do Espondilose cervical.

Como Prevenir: Mudanças no estilo de vida são fundamentais para prevenir ou evitar a formação de Espondilose cervical, uma doença encarada como banal, mas que pode provocar dor, desconforto e restrição de movimentos;

A prática mal orientada de exercícios físicos, em vez de ajudar, pode ser responsável por traumas contínuos na coluna que facilitarão o aparecimento das expansões ósseas características da osteofitose;

  • Os Espondilose cervical constituem um processo que leva muito tempo para estabelecer-se. Quando se instala, porém, exige cuidados pela vida toda;
  • Os primeiros sintomas sugestivos da Espondilose são razão suficiente para procurar um ortopedista para controle e tratamento da enfermidade.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.