Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças

Ebola – O que é, Causas e Tratamentos

Ebola – O que é, Causas e Tratamentos desta doença que faz milhares de vitimas em todo o mundo. Além disso, o Ebola é uma das formas existentes de doença hemorrágica de origem viral. No Brasil, temos a dengue e a febre amarela, que também são viroses que podem provocar complicações hemorrágicas. O Ebola, porém, é de uma família de vírus completamente diferente da dengue e da febre amarela, sendo mais virulento e com forma de transmissão distinta.

O vírus da Ebola foi identificado pela primeira em 1976, após surtos simultâneos no Sudão e na República Democrática do Congo, esta última em uma região situada próximo ao Rio Ebola, que acabou dando nome à doença. Desde então, vários surtos de Ebola têm ocorrido em toda região central da África e, recentemente, na região ocidental. Entre os anos 2000 e 2014 já foram descritos mais de 10 surtos de Ebola no continente africano.

A doença Ebola é causada por um vírus da família Filoviridae, possuindo 5 espécies diferentes, que receberam o nome de acordo com localidade que foram identificadas:

  • Ebolavírus Costa do Marfim.
  • Ebolavírus Sudão.
  • Ebolavírus Zaire.
  • Ebolavírus Bundibugyo.
  • Ebolavírus Reston.

Causas do Ebola: Acredita-se que o vírus Ebola pode ter sido inicialmente transmitida aos seres humanos a partir de morcegos. O Ebola foi introduzido na população humana por meio das secreções, sangue, órgãos ou outros fluidos corporais de animais infectados.

Além do morcegos, alguns desses animais incluem macacos, chimpanzés, gorilas, antílope da floresta e porcos-espinhos. Alguns especialistas acreditam que a rápida propagação do vírus da África Central para a África Ocidental pode ser devido a padrões de viagem dos morcegos em toda a África.

Durante o surto de 1976 na República do Zaire (atual República Democrática do Congo), 280 pessoas foram infectadas através do contato próximo com os outros e com o uso de seringas contaminadas e agulhas em clínicas e hospitais.

Sintomas do Ebola: O vírus Ebola é grave, no início os sintomas não são específicos, o que dificulta o diagnóstico. Os sinais e sintomas típicos são:

  • Início súbito de febre.
  • Fraqueza intensa.
  • Dores musculares.
  • Dor de cabeça.
  • Dor e inflamação na garganta.

Posteriormente são seguidos de:

  • Vômitos.
  • Coceiras.
  • Diarreia.
  • Disfunção hepática.
  • Erupção cutânea (comuns).
  • Insuficiência renal.
  • Olhos avermelhados (comuns).
  • Hemorragia tanto interna como externa em somente alguns casos.

O período de incubação, ou o intervalo de tempo entre a infecção e o início dos sintomas pode variar de 1 até 21 dias após a exposição ao vírus. Os pacientes tornam-se contagiosos apenas quando começam a apresentar os sintomas – eles não são contagiosos durante o período de incubação. Em caso de morte, esta geralmente ocorre entre 6 a 16 dias após o início dos sintomas e na maior parte dos casos deve-se à diminuição da pressão arterial resultante da perda de sangue.

Tratamentos do Ebola: Não há cura para Ebola. Os únicos tratamentos disponíveis são aqueles destinados a ajudar a aliviar os sintomas. Estas podem incluir:

  • Oxigenoterapia
  • Fluidos intravenosos
  • Transfusões de sangue
  • Medicamentos para tratar choque
  • Medicamentos para a dor.

Uma vez que a doença foi curada, a pessoa está imune ao vírus Ebola. Dessa forma, pode entrar em contato com outras pessoas que tenham a doença sem maiores riscos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.