Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Disfunção Erétil – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Disfunção Erétil – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos dessa doença que afeta cada vez mais a população mundial. Além disso, a Disfunção Erétil (DE), também conhecida como impotência sexual, é um distúrbio caracterizado pela dificuldade de se obter e/ou manter, de maneira constante, uma ereção peniana adequada e suficiente para a atividade sexual satisfatória (desde a penetração até a ejaculação).

Milhões de homens em todo o mundo são atormentados por problemas de Disfunção Erétil (impotência sexual) e por motivos de desinformação, medo ou vergonha de procurar um profissional para o tratamento adequado da Disfunção Erétil, acabam comprometendo seus relacionamentos, deixando de usufruir de uma vida sexual saudável e feliz, com qualidade de vida.

Disfunção Erétil é uma circunstância frustrante que afeta não somente o indivíduo, mas também a parceira, a família, desempenho no trabalho, relacionamento interpessoal, etc. A Disfunção Erétil atinge 52% dos homens entre 40 e 70 anos, em diferentes graus de intensidade (leve, moderada e severa). Milhões e milhões sofrem deste terrível problema que é a Disfunção Erétil, que pode ser algo realmente devastador na vida de um homem.

A dificuldade para iniciar o tratamento adequado é o grande obstáculo a ser vencido. Portanto, conhecer a Disfunção Erétil, vencer o medo e a vergonha e procurar ajuda médica especializada para o tratamento adequado são os principais fatores que o levarão à solução dos seus problemas.

Causas da Disfunção Erétil: A Disfunção Erétil pode ter origem em diversos fatores, sejam eles físicos ou psicológicos. Muitas vezes é uma combinação de ambos.

Causas Físicas da Disfunção Erétil:

  • Cirurgia: intervenções cirúrgicas do intestino grosso, do reto ou da próstata e tratamentos de radioterapia na área pélvica podem danificar os nervos e os vasos sanguíneos e causar problemas de Disfunção Erétil.
  • Problemas vasculares: a arteriosclerose (endurecimento das artérias), derrame cerebral, fumo, hipertensão, problemas cardíacos e colesterol elevado são fatores que afetam a entrada e a saída do fluxo de sangue do pênis. A doença vascular é geralmente a causa mais comum da Disfunção Erétil.
  • Doenças nervosas: os problemas neurológicos incluem: lesão da medula espinhal, esclerose múltipla e degeneração dos nervos, derivados do diabetes ou do excesso de álcool.
  • Diabetes: o diabetes pode causar lesão dos nervos (neuropatia) e dos vasos sanguíneos (arteriosclerose) que levam o fluxo sanguíneo ao pênis. Dois em cada três homens com diabetes podem sofrer de Disfunção Erétil.
  • Doenças crônicas: ao ser diagnosticada uma doença crônica o seu médico pode esclarecer se esse problema pode afetar a saúde sexual.
  • Problemas hormonais: baixos níveis de hormônio podem causar Disfunção Erétil.
  • Efeitos secundários dos medicamentos: existe uma vasta gama de medicamentos que podem originar problemas de Disfunção Erétil. O médico pode esclarecer sobre os possíveis efeitos secundários da medicação prescrita e quais as possíveis alternativas. Um dos exemplos são os remédios contra a queda de cabelo.

Fatores Relacionados com o Estilo de Vida:

  • Álcool: o consumo de bebidas alcoólicas pode reduzir imediatamente a capacidade de manter uma ereção satisfatória. A longo prazo, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode causar desequilíbrios hormonais constantemente.
  • Fumo: o uso abundante e/ou por um grande período de cigarros, charutos, etc., pode levar o usuário à Disfunção Erétil. Segundo o Dr. Carlos Manuel de Carvalho, com base em publicações internacionais, o fumo é a principal causa de Disfunção Erétil. Isso ocorre pela diminuição da pressão sanguínea na região peniana.

Fatores Psicológicos: O cérebro desempenha um papel fundamental no desencadeamento da série de eventos físicos que causam uma ereção, começando com os sentimentos de excitação sexual. Uma série de coisas podem interferir com os sentimentos sexuais e causar ou piorar a Disfunção Erétil. Esses incluem:

  • Estresse
  • Depressão, ansiedade ou outras condições de saúde mental
  • Problemas de relacionamento devido ao estresse, má comunicação ou outras preocupações

Sintomas da Disfunção Erétil: O sintoma mais comum da Disfunção Erétil é de facto a incapacidade de obter uma ereção, mas não é o único sintoma. Deve estar atento nos seus relacionamentos a pormenores e não ignorar qualquer sinal de aviso, principalmente a partir da meia-idade. Conheça os sintomas da Disfunção Erétil:

  • Impossibilidade de obter uma ereção (em 25% ou mais das relações sexuais).
  • Atinge o clímax mais rapidamente do que habitual.
  • Consegue alguma ereção, mas não completa.
  • Ereção com menos rigidez.
  • Atinge o clímax com uma ereção incompleta.
  • Tem menos ereções espontâneas de manhã.
  • Demora mais tempo a atingir a ereção e pode sentir dificuldade.
  • Necessita de concentração para manter a ereção durante o ato sexual.
  • É difícil conseguir uma ereção com determinadas posições sexuais onde antes não notava qualquer tipo de dificuldade

Deve ter em conta que algumas destas perturbações podem ser passageiras e derivadas de stress momentâneo. No entanto, se os sintomas persistirem por mais do que um mês, deve consultar o seu médico. Deverá também alterar os seus hábitos e tentar prevenir a Disfunção Erétil.

Fatores de Risco Para Disfunção Erétil: Todos os conhecidos fatores de risco para doenças cardiovasculares como infarto e derrame também são considerados fatores de risco para Disfunção Erétil. E os fatores de risco para Disfunção Erétil são:

  • Diabetes
  • Hipertensão arterial
  • Dislipidemia (colesterol e triglicérides alterados)
  • Tabagismo
  • Obesidade
  • Sedentarismo.

Isso ocorre por conta da necessidade de um enorme aumento do fluxo de sangue para que o pênis fique ereto. Quando a circulação para o órgão está comprometida por um desses fatores, a Disfunção Erétil pode surgir. Outros fatores considerados de risco são situações que afetam a autoconfiança do homem como desemprego, aposentadoria, crises financeiras, luto na família, entre outros. É importante ressaltar que apenas o envelhecimento não constitui uma causa de Disfunção Erétil.

Tratamentos Para Erétil Definitivamente: O tratamento da Disfunção Erétil irá variar significativamente consoante os factores responsáveis pela mesma. O primeiro passo, e também um dos mais importantes, é reconhecer a existência do problema e consultar um médico assim que o mesmo se comece a manifestar de forma recorrente. Infelizmente, muitos Homens não se sentem suficientemente à vontade para expor o seu problema a um médico, o que acaba por contribuir para agravar significativamente toda a situação. Isto, por sua vez, poderá fazer com que a Disfunção Erétil se torne permanente. Então confira agora Como Tratar a Disfunção Erétil:

Como Tratar a Disfunção Erétil com Terapia Sexual: A terapia sexual é particularmente indicada para para situações em que a Disfunção Erétil seja potenciada por factores psicológicos, como é o caso do stress. Este método apenas pode ser considerado como um tratamento viável para a Disfunção Erétil quando o paciente não apresente problemas de carácter orgânico que possam estar a contribuir para agravar a situação, como é o caso da diabetes e da hipertensão arterial, que tão prejudiciais se podem revelar para a performance sexual.

Como Tratar a Disfunção Erétil com Medicação: O tratamento da Disfunção Erétil é, frequentemente, levado a cabo através da ingestão de determinados medicamentos especificamente desenvolvidos para facilitar o processo de ereção, como é o caso do viagra, que contribui para a dilatação das artérias, facilitando assim o fluxo sanguíneo para o órgão sexual. Para além da medicação direcionada para o tratamento da impotência sexual, o paciente poderá, também, ter de tomar medicação para qualquer que seja a doença que possa estar a potenciar esta Disfunção Erétil.

Como Tratar a Disfunção Erétil com Injeção Intra-cavernosa: Esta alternativa costuma ser adotada quando os medicamentos ingeridos por via oral não surtem os efeitos desejados, ou até mesmo quando são contra-indicados ao paciente. A injeção intra-cavernosa destaca-se como uma solução extremamente eficaz para a estimulação da circulação e dilatação das artérias do órgão sexual, facilitando assim todo o processo de ereção. Após aplicada, esta injeção levará 15 minutos a atuar e não exigirá qualquer tipo de estimulo sexual para que faça efeito. Apesar da sua eficácia, esta opção não é muito popular entre os pacientes, uma vez que muitos são aqueles que apresentam pavor de agulhas.

Como Tratar a Disfunção Erétil com Prótese Peniana: Esta constitui uma intervenção cirúrgica que tende a servir como solução para casos de Disfunção Erétil que não consigam ser tratados através de métodos menos invasivos. Consiste na introdução de uma haste metálica, envolvida em silicone, no órgão sexual do paciente, originando o enrijecimento do mesmo, de modo a permitir a penetração.

Como Tratar a Disfunção Erétil com Revascularização: A revascularização é um procedimento cirúrgico adotado em casos em que o paciente apresente sérios problemas nas artérias responsáveis pela irrigação do pênis. Este procedimento permite melhorar a qualidade do fluxo sanguíneo na região genital, facilitando assim a penetração. Tal como a prótese peniana, esta solução tende a ser mais direcionada para pacientes que sofram de casos mais agravados e permanentes de Disfunção Erétil, que não possa ser tratada através da utilização dos medicamentos mais convencionais para a resolução do problema.

Como Tratar a Disfunção Erétil com Exercício Físico: exercícios físicos que estimulem a atividade circulatória podem revelar-se extremamente úteis no tratamento da Disfunção Erétil. Atividades como o yoga, por exemplo, têm demonstrado a capacidade de melhorar significativamente a performance sexual e até auxiliar no tratamento da impotência masculina, que muitas vezes se encontra diretamente associada a deficiências no sistema circulatório; deficiências essas que podem ser eficazmente combatidas através de uma rotina regrada de exercício físico aeróbico. Os exercícios, como é óbvio, só produzirão os efeitos desejados quando conjugados com uma dieta alimentar verdadeiramente saudável.

  • Nutrição: Poderá tentar combater a Disfunção Erétil, de forma 100% natural, através da adoção de uma dieta rica em determinados nutrientes conhecidos por favorecer de forma bastante eficaz a atividade sexual.
  • Zinco: O zinco é mineral pode ser encontrado em abundância em alimentos como a carne vermelha, carne de aves e cereais. A ingestão regular deste mineral ajuda a combater défices de testosterona, que tão associados costumam estar a diversos tipos de desordens sexuais, entre elas a Disfunção Erétil.
  • L-Carnitina: Apesar de ser produzido naturalmente no corpo, este composto pode ser encontrado, não só em alimentos de origem animal, como também em suplementos. De acordo com estudos realizados no decorrer das últimas décadas, a utilização de suplementos de L-Carnitina pode revelar-se extremamente útil no combate à Disfunção Erétil e à diabetes.
  • Niacina: Também conhecida como vitamina B3, a Niacina apresenta a capacidade de fomentar o bom desempenho sexual e prevenir o desenvolvimento de Disfunção Erétil, pelo que, a sua utilização em formato de suplemento é altamente recomendada para todos aqueles que procurem uma forma natural de combater a Disfunção Erétil.

Produtos que Acabam com Disfunção Erétil: Alguns produtos podem uma das melhores soluções para quem sofre com a Disfunção Erétil, pois além de conterem uma ação rápida, eles não precisam de receita medica. Então confira os melhores produtos para tratar a Disfunção Erétil em casa:

XtraMaster: Como um suplemento natural o XtraMaster Funciona de tal maneira que ele tem a capacidade de Aumentar a Libido e a Potência Sexual Masculina, que contém uma grande quantidade de antioxidantes e substâncias afrodisíacas capazes de elevar consideravelmente a circulação de sangue no pênis, com o aumento dos vasos penianos. É preciso esclarecer que o XtraMaster não é remédio e por isso não tem bula, muitas pessoas perguntam sobre a bula do XtraMaster porém bula é apenas para remédios e medicamentos como o viagra, por exemplo, que é um remédio para Disfunção Erétil à base de substâncias químicas e com efeitos colaterais graves, principalmente, se você tiver problemas cardíacos.

Já o XtraMaster Funciona como um estimulante sexual composto por ervas e plantas afrodisíacas, o produto tem registro na Anvisa e certificado no Ministério da Saúde e como todo suplementar alimentar passa por um rigoroso controle de qualidade para ser comercializado.

Vigra Master: O Vigra Master, conta com a capacidade de estimular sexualmente e aumentar a libido tanto dos homens quanto das mulheres, além de auxiliar em uma ereção mais longa e firme para os homens, garantindo ma maior facilidade em adaptações fisiológicas para um sexo lubrificado e prazeroso para as mulheres e ajudando no tratamento da Disfunção Erétil. Trata-se de um dos poucos produtos 100% naturais do mercado com toda essa abrangência, o Vigra Master pode ser seguramente utilizado por casais que buscam aumentar, conjuntamente o prazer sexual em seu relacionamento, que pode estar abalado por causa de um desempenho ruim na cama.

Xsizegrow: O Xsizegrow age diretamente nos corpos cavernosos que são as câmaras de sangue que enchem quando acontece uma ereção. Dessa maneira quando essas câmaras estão saudáveis, e é isso que o Xsizegrow faz, elas podem ocupar mais espaços tornando o pênis maior e mais grosso. Lembro também que o suplemento tem aprovação da ANVISA que é mais uma prova de que funciona de verdade.

Método Ereção 3x: O método Ereção 3x é algo 100% natural que vai te mostrar como é possível obter uma melhor qualidade sexual, apenas com a mudança de hábito. O foco das aplicações concentra-se no consumo de alimentos adequados que vão turbinar sua virilidade sexual, fazendo com que você tenha ereções mais prolongadas e o melhor, que elas apareçam na hora em que devem aparecer! O método atingi a raiz do problema e resolve!

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.