Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças Doenças e Tratamentos

Despersonalização – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Despersonalização – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos mais adequados para lidar com esta condição. Além disso, a Despersonalização é um transtorno que faz com que um indivíduo tenha sua percepção sobre si mesmo alterada.

Despersonalização consiste em sentimentos recorrentes ou persistentes de estar desconectado do próprio corpo ou de processos mentais, geralmente, com sensação de ser um observador externo da própria vida. Este transtorno é quase sempre desencadeado por estresse grave. O diagnóstico da Despersonalização se baseia nos sintomas depois que outras causas possíveis forem descartadas.A Despersonalização caracteriza-se por sensações de irrealidade, apatia, amnésia, impressão de que está separado do corpo, perda do controle, ataque de pânico, depressão, ansiedade, sono, estresse, cansaço e outros.

Dentre tais manifestações que ocorrem na Despersonalização pode-se destacar a ansiedade, depressão e ataques de pânico, pois esses permanecem em maior evidência nesse transtorno. Então, confira mais sobre a Despersonalização – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos:

Sintomas de Despersonalização: Muitas pessoas que sofrem de Despersonalização discutem as suas vidas como se estivessem vivendo em um sonho. Pode haver uma sensação de distanciamento do dia-a-dia, quase como se fosse um robô. Muitos relatam preocupação de que eles realmente estão “ficando loucos”. Outros sintomas incluem:

  • Sentir que suas memórias são sem emoção e, talvez, questionar se elas estão mesmo reais;
  • Sentir-se isolado ou fora de si mesmo, como se fosse um observador externo;
  • Uma sensação de dormência emocional ou física com o mundo ao seu redor;
  • Para atender os critérios para o diagnóstico de Transtorno de Despersonalização, os sintomas não podem ser explicados pelo uso de substâncias;
  • Um senso distorcido de seu ser físico, como se seus braços, pernas ou corpo fossem atrofiados, ampliados ou distorcidos de alguma forma.

Causas da Despersonalização: A pessoa pode adquiri-la através de outros problemas como, depressão, transtorno bipolar e de personalidade, além de esquizofrenia. Ou pode adquiri-la naturalmente, com situações de ansiedade ou através de traumas vividos, tanto físicos quanto psicológicos.

A mente pode simplesmente se dissociar da realidade, como um mecanismo de defesa no caso de um conflito interno muito intenso. Fatores que podem desencadear a Despersonalização:

  • Insônias;
  • Nicotina;
  • Cafeína (ao aumentar a ansiedade, agrava os sintomas dissociativos)
  • Multidões e locais com muitos estímulos (parece que numa pessoa com Despersonalização, os seus sintomas se agravam quando tem de processar muitos estímulos, o que não significa que deva evitar contatos sociais, pelo contrário.);
  • Isolamento;
  • Situações de estresse;
  • Dormir demais (parece que os ciclos de sono estão bastante relacionados com a síndrome de Despersonalização. Poderá parecer paradoxal, mas existe uma menor sensação de Despersonalização durante o sono, talvez devido a um adormecimento do córtex pré-frontal);
  • Lembrar-se de sua condição de despersonalizado;
  • Demasiada introspecção;
  • Consumo de drogas.

Tratamento Para Despersonalização: Várias psicoterapias (ex: psicoterapia psicodinâmica, terapia cognitivo-comportamental) têm sucesso em alguns pacientes:

  • Técnicas cognitivas podem ajudar a bloquear pensamentos obsessivos sobre o estado irreal de ser;
  • Rastrear momento a momento e rotular o afeto e a dissociação nas sessões de terapia funcionam bem para alguns pacientes;
  • Técnicas de grounding usam os cinco sentidos (ex: tocar uma música alta ou segurar um pedaço de gelo na mão) para ajudar os pacientes a se sentirem mais conectados a si mesmos e ao mundo e mais reais naqueles momentos;
  • A terapia psicodinâmica foca nos conflitos subjacentes que tornam certos afetos intoleráveis para o self e que, dessa forma, são dissociados;
  • Técnicas comportamentais podem ajudar os pacientes a se engajarem em tarefas que os distraiam da Despersonalização.

Vários medicamentos foram utilizados para Despersonalização, mas nenhum claramente demonstrou eficácia. Entretanto, alguns pacientes são aparentemente ajudados por inibidores de recaptura de serotonina, lamotrigina, antagonistas opioides, ansiolíticos e estimulantes.

Contudo, esses medicamentos podem estar focando, em grande parte, outros transtornos mentais (ex: ansiedade, depressão) que estão muitas vezes associados ou são precipitados pela Despersonalização.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.