Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Dermatite Atópica – Causas, Sintomas e Tratamentos

Dermatite Atópica – Causas, Sintomas e Tratamentos que todos devemos saber. Alem disso, a dermatite Atópica é uma doença crônica, que causa inflamação da pele, levando ao aparecimento de lesões, coceira, vermelhidão, inchaço. Pode também ser conhecida como eczema atópico. É uma condição que começa na infância e muda de intensidade ao longo dos anos, podendo sumir na idade adulta. Dermatite atópica não é contagiosa, você não “pega” essa doença de outras pessoas. No entanto, dermatite atópica não tem cura, mas pode ser tratada ao longo da vida.

Nas crianças com menos de um ano de idade, o corpo inteiro pode ser afetado por manchas na pele, e à medida que as crianças envelhecem, as partes mais afetadas são atrás dos joelhos, dobras dos braços, dobras dos pés. A coceira piora os sintomas, e quanto mais se coça, mais aumenta-se o risco de infecções cutâneas, pois a pele fica mais exposta.

A doença geralmente afeta indivíduos com histórico familiar da doença (podendo ser, portanto, genética), ou histórico familiar de asma e rinite alérgica estas três doenças são conhecidas como tríade atópica. Portadores de dermatite atópica podem desenvolver febre do feno ou asma.

A dermatite atópica é uma doença comum, sendo principalmente encontrada em áreas urbanas (poluição da cidade), podendo piorar no calor, por causa do suor, ou no frio, se o clima for muito seco. Atualmente afeta aproximadamente de 10 a 15% da população, sendo a maioria crianças. Em aproximadamente 75% dessas crianças, acontece a diminuição ou desaparecimento completo da doença.

Os Principais Sintomas da Dermatite atópica: Dermatite atópica é caracterizada pelo surgimento de pele muito seca com prurido importante que levam a lesões escoriadas, além de outros sintomas, a exemplo de:

  • Secreção ou sangramento da orelha;
  • Áreas esfoladas da pele causadas por coceira;
  • Alterações na cor da pele;
  • Pele mais clara ou escura que o seu tom normal;
  • Vermelhidão ou inflamação da pele ao redor das bolhas;
  • Áreas espessas ou parecidas com couro, que podem ocorrer após irritação e coceira prolongadas;

Diagnóstico da Dermatite Atópica: O diagnóstico leva em conta a coceira, a localização das lesões, a história familiar e a associação com outras atopias.

Tratamento da Dermatite Atópica: O tratamento da dermatite atópica começa com os cuidados com a pele que, em geral, é seca. Para tanto, é importante tomar banhos rápidos, não muito quentes, com pouca aplicação de sabonete e passar cremes hidratantes.

Caso se faça necessário e a critério do médico que acompanha o caso, podem ser indicados os seguintes medicamentos: corticóides de uso tópico, imunossupressores e anti-histamínicos. Antibióticos só devem ser utilizados quando houver infecção bacteriana.

Recomendações Para a Dermatite Atópica:

  • Identifique os fatores de risco que ajudam a desencadear as crises para evitá-los. Essa é a melhor forma de prevenir a dermatite atópica;
  • Tome banhos rápidos, não muito quentes, use pouco sabonete e aplique hidratantes para impedir o ressecamento da pele;
  • Prefira as roupas de algodão às de lã ou fabricadas com tecido misto ou sintético;
  • Mantenha abertas as janelas e portas para que o ar circule pelos ambientes;
  • Procure assistência médica tão logo surjam os sintomas para evitar que o quadro se agrave.

Dermatite atópica não tratada pode levar a complicações graves de saúde, como neurodermite, infecções de pele e complicações de visão também

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.