Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Beleza e Estética Dicas de Saúde Dicas Para Cabelo

Como Tratar a Queda de Cabelo NATURALMENTE em 7 Dias

Como Tratar a Queda de Cabelo NATURALMENTE em 7 Dias, além disso, a Queda de cabelo é um problema comum e que atinge milhões de pessoas em todo o mundo. Em primeiro lugar é fundamental que se faça uma distinção entre Queda de Cabelo e calvície. Homens, em geral, são os mais afetados pela calvície ou alopecia androgenética, embora muitas mulheres também sofram deste problema. A calvície é a falta de cabelos na cabeça e inúmeros fatores podem causar perda dos cabelos. Dependendo da causa, há maneiras diferentes de lidar com o problema.

A calvície masculina, o tipo mais comum, por exemplo, tem diversos tipos de tratamento, porém muitas pessoas acabam optando por não realizar nenhum tipo de tratamento e “assumem” a própria calvície. A perda dos cabelos pode ser progressiva, no caso da calvície masculina, mas também pode acontecer de repente, no caso da alopecia areata. Pode acometer somente o couro cabeludo, mas também pode atingir todo o corpo. Alguns tipos de alopecia são apenas temporários, já outros são permanentes. Por outro lado, a Queda de Cabelo é uma queixa mais comum entre as mulheres e, quando patológica, tem diversas causas, como por exemplo doenças da tireoide, deficiência de ferro, amamentação, doenças infecciosas e autoimunes, entre outras.

queda de cabelo como tratar 01A causa exata da perda de cabelo vai determinar a quantidade de cabelo perdido, a velocidade com que isso acontecerá e que locais do corpo sofrerão mais com a perda de fios, por outro lado, a Queda de Cabelo é uma queixa mais comum entre as mulheres e, quando patológica, tem diversas causas, como por exemplo doenças da tireoide, deficiência de ferro, amamentação, doenças infecciosas e autoimunes, entre outras. A causa exata da perda de cabelo vai determinar a quantidade de cabelo perdido, a velocidade com que isso acontecerá e que locais do corpo sofrerão mais com a perda de fios.

Causas da Queda de Cabelo:

  • Perda de Peso: A Queda de Cabelo associada a uma grande perda de peso pode ter várias explicações. Uma delas é que o emagrecimento pode ter sido causado por uma dieta muito radical, como acabamos de ver, ou por um quadro de hipertireoidismo. Pode ser também um caso de eflúvio talógeno, um tipo de Queda de Cabelo temporária que pode acontecer quando o corpo passa por qualquer grande mudança ou impacto. Nesse caso, a tendência é que o cabelo pare de cair assim que o corpo se estabiliza com o novo peso.
  • Falta de Ferro: Muitas pessoas que têm Queda de Cabelo também apresentam níveis baixos de ferro. A ciência ainda não conseguiu estabelecer com clareza qual é a relação entre as ocorrências, mas muitos especialistas observam melhoras significativas na Queda de Cabelo dos pacientes quando os níveis de ferro são melhorados (e vários médicos acreditam que não é preciso estar anêmico para se beneficiar desse tipo de medida).
  • Excesso de vitamina A: A vitamina A é importantíssima para a nossa visão, para a saúde da pele, do sistema imunológico e uma série de outras funções. Mas a hipervitaminose A (excesso da vitamina no organismo) pode acabar causando Queda de Cabelo (além de outros sintomas como diminuição do apetite, pele seca, tonturas, dores de cabeça e danos ao fígado). É extremamente difícil ter excesso de vitamina A apenas com a alimentação normal. A maior parte dos casos atuais de hipervitaminose A é associada ao consumo excessivo de suplementos vitamínicos e a alguns medicamentos (como os retinoides, que são derivados da vitamina A).
  • Alisamento e Modelagem Térmicos: Muitas vezes pode parecer que o seu cabelo está caindo, quando na verdade ele está se quebrando. A aplicação de calor excessivo (com secadores, pranchas, babyliss e modeladores de cabelo) pode danificar a estrutura dos fios, tornando-os mais frágeis e suscetíveis a se partirem. O risco de dano é maior ainda quando o cabelo está molhado.
  • Penteados Apertados: Rabos de cavalo muito apertados, coques como os das bailarinas e penteados com tranças muito rentes ao couro cabeludo causam muita tensão nos fios, o que pode fazer com que eles sejam arrancados dos folículos. A longo prazo, é possível que surja alopecia por tração. Atenção também aos acessórios utilizados para prender o cabelo, como elásticos, presilhas e fivelas.
  • Química Muito Agressiva: Os descolorantes, tinturas e alisamentos químicos mexem com a estrutura dos fios, abrindo a cutícula capilar e dando acesso ao córtex (clique aqui para entender como eles funcionam). Durante a realização desses procedimentos o cabelo fica extremamente exposto e frágil, e se eles não forem feitos corretamente os fios podem ficar opacos, porosos, ressecados e quebradiços. Para evitar esse risco, procure sempre um profissional confiável e faça um teste numa mecha pequena antes de aplicar o produto no cabelo inteiro. Vale a pena mencionar à parte os alisantes que utilizam formol ou glutaral. Nenhum deles é autorizado pela Anvisa, pois podem causar danos sérios à saúde.
  • Período Menstrual: Algumas mulheres costumam ter Queda de Cabelo mais acentuada durante o período menstrual. Isso pode ter a ver tanto com a flutuação hormonal do período quanto com a perda de sangue (principalmente se o fluxo for muito intenso), que pode intensificar um quadro de deficiência de ferro (mineral que também é fundamental para o crescimento dos cabelos). Se o caso for brando, pode ser que um reforço na alimentação consiga aumentar os níveis de ferro e reduzir a queda dos fios.
  • Anticoncepcionais: As pílulas anticoncepcionais têm combinações diferentes de hormônios que inibem a ovulação, e podem provocar a Queda de Cabelo por várias razões. Em algumas pessoas isso acontece como uma reação ao medicamento (da mesma forma que é observado com outros remédios), em outros casos é o perfil hormonal da pílula que afeta os cabelos. Acredita-se que as fórmulas com predominância de progesterona podem estimular a manifestação da alopecia androgenética se a pessoa já tiver tendência. Já as pílulas com maior proporção de estrógeno podem ter o efeito contrário: proteger o cabelo da queda e incentivar o seu crescimento. Nesse caso, é possível que haja Queda de Cabelo quando o uso da pílula é interrompido.
  • Menopausa: Acredita-se que as mulheres manifestam a alopecia androgenética mais tarde que os homens porque os hormônios femininos protegem os folículos da ação do DHT (hormônio que provoca a calvície). Como a produção desses hormônios é reduzida a partir da menopausa, os fios podem ficar mais vulneráveis à queda. A terapia de reposição hormonal pode ajudar a evitar esse efeito, mas é uma opção que deve ser considerada com o seu médico pesando todos os fatores relacionados à sua saúde (e não apenas à Queda de Cabelo).
  • Hipertensão: A hipertensão pode desencadear a Queda de Cabelo por uma série de motivos. Além do impacto que a própria doença gera no organismo, vários quadros de hipertensão estão associados a baixos níveis de zinco no organismo, e alguns medicamentos anti-hipertensivos (como os beta-bloqueadores) também podem ser os culpados. O primeiro passo nesses casos é garantir que a hipertensão seja tratada. Se a queda de cabelo persistir mesmo com a pressão sanguínea normalizada, vale conversar com o seu médico para verificar se há deficiência de zinco ou se a troca dos medicamentos (ou a diminuição da dosagem) pode ser realizada.

Sintomas da Queda de Cabelo: O couro cabeludo contém cerca de 100 mil fios de cabelo. Mais de 90% deles estão crescendo. Essa fase, denominada anagênica, é acompanhada por outro ciclo, catagênico, que dura duas semanas. Segue-se a fase telogênica, de repouso, cuja duração é de três meses: o cabelo então cai naturalmente e, por isso, é comum perder até 100 fios ao dia. Quando a Queda de Cabelo é abundante, ela sempre é notada, por causa de seu acúmulo nas roupas, no pente ou na escova. Várias condições médicas se manifestam por meio desse sintoma, e, percebida alguma mudança significativa, o médico indicado para avaliar o problema é o dermatologista.

Como Evitar a Queda de Cabelo: A Queda de Cabelo pode ter inúmeras causas e aqui estão 5 dicas fáceis para evitar a queda de cabelos, são elas:

  • Lavar os cabelos pelo menos 2 vezes por semana. Não é necessário lavar todos os dias, à menos, que você tenha os cabelos muito oleosos, o ideal é lavar sempre que os cabelos estiverem sujos, e este tempo pode variar de pessoa para pessoa.
  • Investir numa alimentação saudável, rica em vitaminas e minerais pois isto vai ajudar a fortalecer a raiz do cabelo, restringindo a sua queda.
  • Enxaguar muito bem os cabelos retirando todo o shampoo e o condicionador. Este cuidado evita a oleosidade da raiz, evitando a Queda de Cabelo.
  • Desembaraçar os cabelos ainda no banho quando passar o creme ou condicionador, começando o processo pelas pontas, deixando a raiz por último.
  • Só prender os cabelos quando eles estiverem bem secos, pois ao prender os cabelos ainda molhados ou úmidos, a raiz pode sofrer danos, favorecendo a queda.

Além disso é importante ter o hábito de não se estressar e praticar exercício físico com regularidade pois assim a circulação sanguínea melhora e consequentemente os cabelos ficam mais fortalecidos e resistentes à queda. É importante ainda esclarecer que a Queda de Cabelo é comum nos primeiros meses da amamentação, após cirurgias e em caso de distúrbios hormonais e neste último caso, o melhor é tratar este descontrole, já que esta é a causa da queda do cabelo.

Como Tratar a Queda de Cabelo: Cada patologia tem uma série de características próprias que ajudam na investigação para chegar ao diagnóstico. Sendo assim, uma vez que a causa é identificada, o tratamento adequado deve ser feito. Atualmente os tratamentos para a Queda de Cabelo disponíveis são:

  • Corrigir a causa da Queda de Cabelo.
  • Uso de medicamentos tópicos para estimular o crescimento.
  • Uso de laser também para estimular o crescimento dos fios.
  • Transplante capilar.

Caso você perceba que a queda natural diária dos fios está aumentando ou aumentou bruscamente, o ideal é procurar um dermatologista para que iniciar o processo de investigação da causa e então fazer o tratamento certo para a causa da Queda de Cabelo.

queda de cabelo

Remédio Caseiro Para Queda de Cabelo com Babosa: Um excelente remédio caseiro para a Queda de Cabelo é aplicar uma solução feita com babosa, planta também conhecida como Aloé vera, pois tem grande poder hidratante que fortalece os fios, impedindo a sua queda e promovendo o crescimento. Então, Agora confira Como Tratar a Queda de Cabelo NATURALMENTE em 7 Dias.

Ingredientes:

  • 1 folha de babosa.
  • 1/2 copo de água.

Modo de Preparo:

  • Bata os ingredientes no liquidificador e depois aplique um pouquinho em todo couro cabeludo, com auxílio de um pedacinho de algodão e deixe atuar por 24 horas e depois lave o cabelo normalmente.
    Esse remédio para Queda de Cabelo pode ser repetido a cada 15 dias. Não é preciso usar touca, esfregar ou aquecer, pois pode provocar irritação na pele.

Obs: Não esqueça de ir até o médico dermatologista antes de iniciar esses tratamentos caseiros, pode ser que a solução para a sua Queda de Cabelo seja bem mais fácil ou bem mais complicada para se tratar.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.