Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Como Aliviar a Dor Vaginal Naturalmente

Como Aliviar a Dor Vaginal Naturalmente de forma simples e natural. Além disso, se você estiver sentindo alguma Dor Vaginal, é importante descobrir o que está causando o problema. Às vezes, uma Dor Vaginal pode ser um sintoma de outros problemas ginecológicos.As dores vaginais podem ser decorrência de sexo, parto ou infecções. Por sorte, existem diversas opções de tratamentos caseiros e medicamentos para o problema, além de medidas que podem ser tomadas para evitá-lo no futuro, como usar preservativo e lubrificante. Para descartar a hipótese de uma DST ou câncer, agende uma consulta com um médico e faça o tratamento recomendado.

Causas da Dor Vaginal:

  • Dor cervical.
  • Endometriose.
  • Congestão venosa pélvica.
  • Cistos ovarianos.
  • Relações sexuais brutas.
  • Parto.
  • Infecções.

Principais Sintomas Dor Vaginal: Os sintomas da Dor Vaginal podem ser de leves a moderados e incluem:

  • Inchaço e vermelhidão na vulva.
  • Coceira e irritação na vagina ou entrada na vagina (vulva).
  • Sensação de queimação, especialmente durante o sexo ou ao urinar.
  • Dor Vaginal.

Aproximadamente uma em cada cinco mulheres já experimentou uma Dor Vaginal em algum momento da vida. Muitas delas sofrem com o problema duas ou mais vezes. Então, confira agora Como Aliviar a Dor Vaginal Naturalmente.

Use uma Bolsa de Gelo Para Anestesiar a Região: O gelo é uma ótima medida para reduzir a dor, pois a temperatura baixa deixa as terminações nervosas dormentes, aliviando o desconforto.

  • Coloque alguns cubos de gelo dentro de uma bolsa térmica e embrulhe-a em um pano de prato. Não coloque o gelo em contato direto com a pele, para evitar queimaduras.
  • Deixe-o agir por 15 a 30 minutos.
  • Use uma sacola plástica comum ou um saco de legumes congelados se não tiver uma bolsa térmica. Eles também devem ser embrulhados em um pano de prato.

Faça uma Banho de Assento: O banho de assento é uma prática antiga, que consiste em sentar em uma bacia com água e outros produtos para limpar e reduzir a inflamação dos genitais. É possível encontrar bacias específicas em farmácias, mas você pode usar uma comum. Procure uma que seja grande o suficiente para sentar confortavelmente com os pés para fora. Encha-a com água morna e sente-se por 15 a 20 minutos.

  • Um banho gelado pode ser útil.
  • Antes de adicionar outras substâncias à água, como sal, bicarbonato de sódio ou vinagre, converse com seu médico para saber se é seguro e se é o melhor para seu caso.

Não use Produtos Aromatizados: Os químicos utilizados para aromatizar sabonetes, hidratantes e absorventes internos e externos podem irritar mais o tecido vaginal. Evite esses produtos enquanto apresentar sintomas.

  • O papel higiênico também deve ser neutro.

Evite Tocar sua Vagina ou Fazer Sexo: Qualquer tipo de atrito pode piorar a dor. Resista à tentação de se examinar fisicamente, o ideal é que o médico faça essa avaliação.

  • Agende uma consulta com um ginecologista se estiver preocupada com a causa da dor.
  • Caso seja sexualmente ativa, não faça sexo até que os sintomas passem e informe seu parceiro sobre o que está acontecendo, caso tenha um.

Use Calcinhas Confortáveis: Prefira as que são 100% algodão, pois esse tecido permite que a pele respire e a vagina se recupere – nesse momento, o melhor é mantê-la arejada.

  • Não use calcinhas apertadas à noite, ou durma sem calcinha, para não bloquear o fluxo de ar.
  • Use roupas folgadas. Calças e shorts apertados podem ser muito desconfortáveis.
  • Não use meias-calças, opte por saias ou vestidos compridos, calças largas e dê preferência às peças de algodão.

Saiba Quando sua Vagina Está Dolorida por Causa de Relações Sexuais Brutas: O sexo bruto ou agressivo é uma das causas mais comuns de Dor Vaginal. Se o sexo for prolongado ou se não ocorrer contato sexual há muito tempo, sua vagina pode ficar dolorida.Outra razão para a dor na região vaginal é o fato de seu parceiro ser bem dotado. Trauma também é uma causa da Dor Vaginal (estupro ou uso de um objeto inanimado durante a relação sexual). Os sinais de dor causada pela relação sexual incluem:

  • Dor aguda ou ardor durante a penetração inicial.
  • Dor profunda imediatamente após o coito.
  • Dor localizada (significado que a dor não se espalhou para outras partes do seu corpo).

Procure por Sinais de que Você tem uma Infecção Bacteriana: As infecções, especialmente aquelas causadas por fungos, podem deixar a sua vagina dolorida. Também pode tornar as relações sexuais dolorosas. Os sintomas de infecções vaginais incluem:

  • Irritação, incluindo sensações de coceira e ardor que levam à dor (o inchaço dos lábios vaginais também pode ocorrer).
  • Corrimento anormal com odor desagradável (cuidado para não confundir uma infecção urinária com uma infecção vaginal).
  • Queimação durante a micção (isso também pode ocorrer durante uma infecção urinária, cuidado para não confundir essa condição com uma infecção vaginal).

Como Tratar Uma Infecção Vaginal Causada Por Fungos: você precisa tomar uma medicação oral antifúngica, como fluconazol, ou usar um creme tópico do mesmo tipo dependendo da gravidade e dos sintomas. Normalmente, depois de se tomar a maioria dos tipos de antibióticos por outro motivo não relacionado a qualquer condição vaginal, uma infecção fúngica pode ocorrer devido aos efeitos dos medicamentos que matam as bactérias más (e as boas) em seu corpo.

Portanto, é uma boa prática comer iogurte depois do período de prescrição de antibióticos para substituir as boas bactérias em seu corpo (obs: se você atualmente estiver tomando qualquer tipo de antibiótico, fale com seu médico antes de tomar alguma medicação para tratar sua infecção vaginal).

Entenda que Algumas DSTs Podem Deixar sua Vagina Dolorida: Algumas doenças sexualmente transmissíveis (DST) podem causar dores vaginais, particularmente durante o início da condição. Se achar que pode ter uma doença sexualmente transmissível, você deve procurar ajuda médica imediata. Algumas das DSTs mais comuns que causam Dor Vaginal incluem:

  • Um surto de herpes pode causar dor e inchaço dentro e em torno de sua vagina.
  • Gonorreia ou clamídia pode levar à dor causada pela inflamação da sua vagina, uretra ou colo do útero.

A Menopausa Pode Deixar a sua Vagina Dolorida: A menopausa pode causar Dor Vaginal porque há uma diminuição na produção de hormônios como o estrogênio e a progesterona. Uma quantidade insuficiente desses hormônios pode causar vários sintomas, tais como:

  • Ressecamento (ocorrer quando sua vagina deixa de produzir seu lubrificante natural).
  • Dor durante a relação sexual.
  • Sensação de prurido.

Verifique se há não Qualquer Crescimento Anormal: Tumores cancerosos em sua vagina podem deixar a área em torno deles dolorida. Para procurar por tumores, você pode segurar um espelho diante de sua vagina. Certifique-se de olhar sob as dobras dos lábios. No entanto, alguns tumores podem não ser visíveis do exterior, por isso é aconselhável procurar atendimento médico. Entre os crescimentos anormais de tecido, é possível encontrar:

  • Cistos.
  • Pólipos.
  • Tumores.

Procure o Aconselhamento de um Ginecologista: Embora seja útil se consultar já tendo uma boa ideia do que possa estar causando a sua dor, é importante realizar um exame médico descobrir a origem do problema. Quando você sentir a dor pela primeira vez, espere alguns dias para ver se ele passa. Se isso não acontecer, marque uma consulta. Durante a consulta, seu ginecologista irá:

  • Fazer perguntas sobre seu histórico médico.
  • Procurar por vermelhidão, inflamação e cicatrizes.
  • Coletar seu muco para ser examinado pelo departamento de patologia.

Obs: Se sua Dor Vaginal persistir por alguns dias, é recomendável que você marque uma consulta com um ginecologista. Caso esteja fazendo tratamento com antibióticos, informe o médico.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.