Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Dicas Variadas

Como Acabar com o Chulé de Forma Rápida

Como Acabar com o Chulé de Forma Rápida pode ser uma ótima opção para quem deseja se livrar definitivamente do Chulé, que é um problema que atinge milhares de pessoas em todo o mundo. Além disso, o Chulé pode tirar o ânimo e abalar a autoestima de qualquer pessoa. Viajar e dividir o quarto com os amigos é complicado, usar o vestiário da academia causa vexame e mesmo experimentar um calçado novo antes de comprar é desagradável. Mas não é só suor excessivo que causa o mau cheiro nos pés, o veredito é consenso entre os dermatologistas. E ambos destacam que o material e a conservação dos calçados também influencia o aparecimento do odor ruim, assim como o tipo de meia que você usa.

Como Surge o Chulé: O Chulé surge devido à ação de bactérias sobre o suor em determinadas partes do corpo. Mas se todos nós temos suor e bactérias por toda a nossa pele, por que algumas pessoas só tem mau cheiro nos pés? Bom, vamos gastar algumas linhas explicando o que é a bromidrose. O nosso suor é produzido pelas glândulas sudoríparas, sendo naturalmente um líquido sem odor. Existem dois tipos de glândulas sudoríparas: a écrinas e a apócrinas.

A glândulas écrinas são as mais comuns e estão distribuídas por toda a superfície da pele. O suor produzido por essas glândulas é composto por 99% de água e 1% de sais minerais, como cloreto de sódio (sal) e ureia. A principal função da glândulas écrinas é controlar a temperatura do nosso corpo, por isso, transpiramos toda vez que está muito quente ou quando fazemos exercícios. O suor serve para esfriar o nosso corpo, ajudando-o a se manter entre 36ºC e 37ºC.

Ao contrário da crença popular, o suor não é uma fonte de eliminação de toxinas e não serve para “purificar” o organismo. Passar um tempo em uma sauna pode até ser relaxante, mas não fará você eliminar nada em quantidades relevantes além de água e sal. As glândulas apócrinas, por sua vez, só estão presentes em algumas partes do corpo, como nas axilas, virilhas, região ao redor dos mamilos e do ânus. As glândulas apócrinas surgem entre os 8 e 14 anos de idade e produzem um tipo de suor completamente diferente, oleoso, que não evapora e não tem função termorreguladora.

Tanto as glândulas écrinas quanto as apócrinas produzem um suor sem odor. Porém, devido à ação de bactérias naturalmente presentes na pele, as regiões onde há mais transpiração podem passar a ter um odor incômodo, como o Chulé. As regiões de glândulas apócrinas, como axilas e genitais, costumam ser mais propícias ao desenvolvimento de bromidrose porque o suor oleoso destas glândulas é mais facilmente digerido pelas bactérias, liberando gases com odor desagradável.

No locais onde há glândulas écrinas, o suor é basicamente água e sal, não havendo substrato para as bactérias produzirem mau cheiro. O Chulé, todavia, é um caso a parte. Nos pés, as glândulas sudoríparas, apesar de écrinas, podem também provocar cheiro ruim.

Nossos hábitos sociais nos fazem usar sapatos e meias por grande parte do dia, vários dias por semana, mesmo em épocas de maior calor. Por estarem sempre enclausurados, dois fatores ocorrem com os pés:

  • Ele sua mais, para tentar controlar a temperatura. Os pés são dos locais do corpo onde mais há glândulas sudoríparas, podendo causar uma transpiração profusa.
  • O suor produzido tem mais dificuldade de evaporar, mantendo os pés sempre com alguma umidade, o que favorece a proliferação de bactérias.

Nossa pele possui uma proteína chamada queratina que é renovada constantemente. Nos pés, essa proteína quando exposta constantemente à umidade acaba sendo mais facilmente destacada da pele, formando um bom alimento para as bactérias. É a degradação da queratina por bactérias que libera um forte odor, provocando o Chulé.

Atividades que Agravam o Chulé:

  • Usar sapatos fechados por muito tempo;
  • Usar calçados de borracha ou plástico;
  • Usar meias sintéticas;

Essas atividades que pioram o Chulé não permitem uma transpiração adequada e provocam excesso de suor. Para Acabar com o Chulé, evite o abafamento dos pés e o excesso de suor.

Algumas Medidas Para Acabar com o Chulé de Forma Rápida:

  • Colocar os sapatos no sol e usá-los em dias alternados;
  • Trocar de sapatos e meias uma ou duas vezes ao dia;
  • Sempre que possível, tirar os sapatos para que os pés sejam arejados;
  • Lavar os pés pela manhã e à noite, especialmente entre os dedos;
  • Fazer uma esfoliação pelo menos 1 vez por semana e lavar os pés sempre utilizando uma bucha vegetal, esfregando as solas dos pés, eliminando assim as células mortas.
  • Mantenha as unhas dos pés curtas e escove debaixo delas durante o banho.

Além dessas medidas para Acabar com o Chulé de Forma Rápida, algumas receitas de tratamentos caseiros podem ajudar muito a livrar o Chulé que é muito desagradável e suas consequências. Então confira agora Como Acabar com o Chulé de Forma Rápida:

  • Faça um escalda-pés com 5 gotas de lavanda, 3 gotas de cipreste e 2 gotas de patchuli para Acabar com o Chulé de Forma Rápida. Coloque estas essências numa bacia de água morna e mergulhe os pés por 15 minutos todos os dias.
  • Pegue 2 xícaras de folhas de alecrim e álcool etílico, coloque as folhas num recipiente de boca larga e cubra-o totalmente com álcool, deixando em descanso por 24 horas antes do uso. Aplique depois de cada banho, massageando os pés. Isso irá te ajudar a  Acabar com o Chulé de Forma Rápida.
  • Faça um chá com meio litro d’água, 2 colheres de sopa de hortelã e 2 colheres de sopa de folhas de arnica. Mergulhe os pés por 15 minutos. Seque bem e espere por pelo menos 10 minutos para calçar os calçados.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.