Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças

Cárie Dentária – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos

Antes de ler o Artigo, Curta-nos Abaixo!

Cárie Dentária – O que é, Causas, Sintomas e Tratamentos e muito mais é o que você vai aprender a partir de agora, então continue conosco e desvende tudo sobre a Cárie Dentária, doença essa que afeta mais brasileiros a cada dia.

A Cárie Dentária e cavidades estão entre os problemas de saúde bucal mais comuns do mundo. Estes problemas são mais frequentemente vistos em crianças, adolescentes e adultos mais velhos. No entanto, qualquer pessoa pode obter cavidades e a Cárie Dentária. A Cárie Dentária, também conhecidas como Cárie.

Cárie DentáriaA deterioração ocorre geralmente devido a uma infecção bacteriana que provoca a desmineralização e da destruição dos tecidos duros nos dentes. Certos fatores podem aumentar o risco de contrair a Cárie Dentária, incluindo alimentos que se agarram aos seus dentes por um longo tempo, lanches frequentes ou bebidas, má higiene oral, não recebendo quantidade suficiente de flúor, boca seca, aparelhos dentários sem a higienização correta. Distúrbios alimentares como anorexia e bulimia também podem contribuir para graves problemas dentários, devido a purga repetido.

O que é a Cárie Dentária: A Cárie Dentária é uma outra forma de denominar a deterioração do dente. A deterioração do dente é fortemente influenciada pelo estilo de vida do indivíduo – o que come, como cuida dos dentes, a presença de flúor na água ingerida e o flúor no creme dental de uso. A hereditariedade também tem um papel importante na predisposição de seus dentes para se deteriorarem. Embora a Cárie Dentária seja mais comum em crianças, adultos também estão sujeitos a ela. Os tipos de Cárie Dentária são:

  • Cárie Coronária: É o tipo mais comum. Ocorre tanto em criança como em adultos. A Cárie coronária se localiza nas superfícies de mastigação ou entre os dentes.
  • Cárie Radicular: À medida que envelhecemos, a gengiva se retrai, deixando partes da raiz do dente expostas. Como não existe esmalte cobrindo as raízes do dente, estas áreas expostas se deterioram facilmente.
  • Cárie Recorrente: A deterioração pode ocorrer em volta das restaurações e coroas existentes. Isto porque estas áreas tendem a acumular placa, que acabam levando à deterioração.

Causas da Cárie Dentária: As bactérias estão presentes naturalmente na boca. Elas transformam todos os alimentos, especialmente açúcar e amido, em ácidos. As bactérias, os ácidos, os resíduos de comida e a saliva se juntam na boca e formam uma substância pegajosa chamada placa, que adere ao dente.

Ela é mais proeminente nos molares traseiros, logo acima da linha da gengiva em todos os dentes, e nas bordas das obturações. A placa que não é removida dos dentes se mineraliza formando tártaro. A placa e o tártaro irritam as gengivas, resultando em gengivite e, por fim, a Cárie Dentária e até mesmo a periodontite.

Cárie DentáriaSintomas da Cárie Dentária: Durante muito tempo a Cárie Dentária evoluiu assintomaticamente. Normalmente a Cárie Dentária só provocam dor de dente quando crescem muito e afetam os nervos (principalmente após ingerir alimentos ou bebidas doces, quentes ou frios); mau hálito e/ou fraturas no dente. Se não for tratada, a Cárie Dentária pode dar origem a um abscesso ósseo ou mesmo à perda do dente. Os sinais mais chamativos da Cárie Dentária é pontos escuros ou orifícios visíveis nos dentes, geralmente também de cor escura.

Tratamentos Para a Cárie Dentária: Uma avaliação do modelo tradicional de atendimento odontológico mostra que o tratamento restaurador apresenta muitos problemas e que, com o tempo, tende a gerar ainda mais necessidades restauradoras, como o tratamento da Cárie Dentária. Contudo, a Odontologia está mudando rapidamente.

A compreensão científica e a postura dos pacientes estão fazendo com que os dentistas adotem uma abordagem crescentemente menos invasiva no controle de Cárie Dentária e nos procedimentos restauradores. Preferivelmente, devemos lidar com a Cárie Dentária como realmente uma doença. Isto requer um comprometimento maior para o controle bacteriológico e o aumento da resistência dos dentes. Para uma efetiva prevenção contra a Cárie Dentária.

É necessária uma interação considerável entre as medidas de promoção de saúde e o tratamento restaurador, conforme a Odontologia avança, deixando de ser um serviço baseado essencialmente na restauração e passando a ter como seu objetivo primário a saúde dos pacientes e não o tratamento restaurador para que doenças como a Cárie Dentária não seja tão comum quanto é hoje. Devemos cuidar dos nossos dentes com uma escovação adequada após cada refeição. Além da escovação, é importante fazer diariamente, o uso do fio dental.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.