Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Beleza e Estética Dicas de Saúde Sintomas

As 5 Principais Doenças de Pele mas Comum

As Principais Doenças de Pele mas Comum você sabia que sua pele é o maior órgão do seu corpo. Alem disso, que se caracteriza por lesões avermelhadas e descamativas, normalmente em placas. Essas placas aparecem com maior frequência no couro cabeludo, cotovelos e joelhos, mas pés, mãos, unhas e a região genital também podem ser afetados. A extensão da psoríase varia de pequenas lesões localizadas até o comprometimento de toda a pele.

A pele protege contra bactérias e vírus e regula a temperatura do corpo. Várias doenças de pele que irritam, obstruem ou a inflamam podem causar sintomas como vermelhidão, inchaço, queimação e coceira. Então confira agora As 5 Principais Doenças de Pele mas Comum.Melasma: A doença é caracterizada por manchas escuras na pele, que aparecem no rosto, braços e colo, principalmente de mulheres entre os 20 e 50 anos. As manchas são benignas e não trazem riscos para a saúde.

Causas: não existe um único motivo que leva ao problema. Dentre os fatores que contribuem para o seu surgimento, além da exposição solar sem proteção, estão o uso de anticoncepcional e certos medicamentos, assim como fatores hormonais, predisposição genética e também alterações no organismo durante a gestação.

Dermatite Seborreica: Esta inflamação crônica afeta as áreas com grande número de glândulas sebáceas. A dermatite seborreica causa coceira, mancha avermelhada e descamação da pele no couro cabeludo, sobrancelhas, barba ou tórax masculino.

Causas: a doença seborreica é uma condição crônica que piora com o tempo frio e seco e com a fadiga, o estresse emocional, a ingestão de alimentos gordurosos, bebidas alcoólicas ou banhos quentes.

Acne:  Doença inflamatória em que as glândulas sebáceas produzem muito óleo, a ponto de fechar os poros, facilitando o ataque de bactérias. Comparada à acne típica da adolescência, a da mulher adulta provoca espinhas mais inflamadas, doloridas e profundas, sobretudo no queixo, na região da mandíbula e no pescoço, acne uma das Doenças de Pele mas Comum

Causas: Hereditariedade, mudança hormonal, calor, cosmético oleoso. Comum entre nós, a acne afeta 56,4% da população.

Alopecia Areata: Desordem que produz queda de cabelo súbita, deixando falhas em áreas arredondadas do couro cabeludo.

Causa: Tendência hereditária. É mais comum entre os 20 e os 50 anos, sendo que 70% dos doentes têm o primeiro episódio antes dos 25. Pode ser passageira ou persistente.

Psoríase: Inflamação crônica caracterizada por lesões avermelhadas recobertas por escamas esbranquiçadas. Aparecem nos cotovelos, joelhos, no couro cabeludo e nas unhas ou espalhadas pelo corpo. Às vezes ataca as articulações, tornando-se umas das Doenças de Pele mas Comum.

Dos cerca de 5 milhões de brasileiros atingidos pela psoríase, um quarto enfrenta estágios de moderado a grave, com impacto na qualidade de vida. Segundo o dermatologista, essas pessoas sentem-se discriminadas ou rejeitadas pela aparência.

Causas: A genética tem papel importante. Irritações na pele e a baixa umidade do ar podem ocasionar e complicar as crises, que se instalam quando o ritmo de renovação da pele se acelera devido a alterações nas defesas locais.

Pele Bonita e bem Cuidada: causa boa impressão à primeira vista, não é mesmo? Por outro lado, uma doença de pele, além do desconforto físico para quem sofre dela, afeta a autoestima e pode causar uma impressão errônea de que a pessoa é descuidada e até provocar preconceito por desconhecimento. A pele está exposta ao olhar alheio e esse olhar, infelizmente, nem sempre é tolerante.

Quando o Estresse faz Parte da Rotina: a pele é uma das mais afetadas. A tensão provoca Doenças de Pele mas Comum e diversas no corpo e libera algumas substâncias na corrente sanguínea. Com isso, há uma queda na imunidade e o corpo fica mais vulnerável a infecções e outros problemas.

No rosto, por exemplo, é visível o surgimento de descamações, áreas avermelhadas e ressecadas, olheiras e pele sem brilho”, conta o dermatologista Anderson Bartolinite, diretor médico da Clínica Bartolinite, em São Paulo. Peles oleosas também ficam com os poros mais dilatados e a derme mais grossa. Conheça outros problemas da pele estressada e veja dicas para amenizá-los, além – é claro – de combater o estresse.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.