Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Dicas Variadas Doenças ortopédicas

As 5 Principais Causas das Pernas Tortas

As 5 Principais Causas das Pernas Tortas são variadas e podem ser ser uteis para o tratamento das Pernas Tortas. Além disso, Pernas Tortas é uma condição na qual os joelhos ficam afastados quando uma pessoa está com os pés e tornozelos juntos. Em crianças menores de 18 meses, é considerado normal este problema de saúde, mas quando se perpetua durante um estágio mais avançado da infância, pode se tornar um problema real.

Tipos de Pernas Tortas: Essa condição possui alguns variáveis, e cada um desses tipos de Pernas Tortas possui características diferentes. então confira os tipos de Pernas Tortas que existem:

Tíbias Varo Fisiológicas “Pernas Arqueadas”: Deformidade vista no recém-nascido que se caracteriza pela presença dos joelhos afastados e que se exacerba quando a criança inicia a marcha. Nesta fase, além do afastamento dos joelhos também chama atenção os pés que são virados para dentro. Quando bilateral e simétrico tende a ser fisiológico com capacidade de correção progressiva com o crescimento, sem tratamento.

Precisa ser avaliado e acompanhado regularmente com exame clínico e de imagem. Faz diagnóstico diferencial com outras patologias que precisam ser excluídas. Tem prognóstico para correção espontânea, porém, poucos casos evoluem para piora progressiva, esses são patológicos, ocorrendo em crianças que começam a caminhar cedo e com sobrepeso. Trata-se de patologia da região do crescimento da tíbia, conhecida como doença de Blount (principal causa de arqueamento patológico) e precisam ser corrigidos com cirurgia.

Geno Valgo “Pernas Tesourinha”: Deformidade que se caracteriza pelos joelhos juntos, batendo um contra o outro durante a marcha, e afastamento dos tornozelos, dando um aspecto em “X” das Pernas Tortas. Surge após os dois anos de idade e se exacerba até os 4 anos.

Quando bilateral e simétrico nesta faixa etária tende a ser fisiológico, com correção mesmo sem tratamento, precisa ser avaliado e acompanhado com exames clínico e de imagem regularmente. Faz diagnóstico diferencial com outras patologias que precisam ser excluídas. São comuns em crianças com sobrepeso ou com história familiar positiva em pai e mãe. Tem comportamento benigno, porém, alguns casos progridem saindo da faixa de normalidade.

Não existem aparelhos, palmilhas ou botas ortopédicas capazes de mudar a história natural da deformidade. Os casos que ultrapassaram a idade de correção espontânea e que encontram-se acima da normalidade, em adolescentes, por exemplo, devem ser submetidos a procedimento cirúrgico visando reequilibrar o crescimento do joelho permitindo a correção progressiva até a maturidade esquelética (Técnica conhecida com Epifisiodese). Existe uma idade adequada para o procedimento que difere em meninos e meninas e depende da maturidade esquelética para sua indicação.

Marcha com pés Virados Para Dentro: Algumas crianças começam a marcha com os pés virados para dentro, a frente dos pés para dentro, às vezes, batendo um pé contra o outro a cada passo. Existem quatro motivos para que isso ocorra:

  • Deformidade da frente do pé (chamado pé metatarsovaro).
  • Deformidade na coxa (anteversão femoral), vista em crianças quando sentam sobre os pés em “W”.
  • Deformidade na perna (torção interna).
  • Uma combinação de dois ou três destes fatores.

Uma boa avaliação médica especializada, com exame clínico adequado é capaz de localizar o problema e orientar a família adequadamente quanto ao prognóstico deste padrão de marcha. Um fato frequente encontrado nessas crianças é a capacidade que tem de sentar com os pés virados para trás, sobre os pés, o que chamamos sentar em “W”, que contribui para exacerbar o padrão de marcha com pés para dentro.

Causas das Pernas Tortas: Os bebés nascem com Pernas Tortas por causa da sua posição dobrada no útero. As Pernas Tortas do bebê começam a se endireitar quando a criança começa a andar e as Pernas começam a receber peso (ente 12 a 18 meses de idade).

Por volta de 3 anos de idade, a criança geralmente pode ficar com os tornozelos e os joelhos afastados apenas se encostando. Se as Pernas Tortas ainda estão presentes, a criança pode ser considerada a ter mesmo as Pernas Tortas. O problema também pode ser causado por doenças, tais como:

  • A doença de Blount.
  • Displasias ósseas (desenvolvimento anormal dos ossos).
  • Qualquer lesão, fratura ou traumatismo que não foi corretamente curado.
  • Envenenamento por chumbo ou fluoreto pode causar essa condição.
  • Às vezes, as Pernas Tortas surgem devido ao raquitismo, que é causado, por sua vez, devido à deficiência de vitamina D.

Faça Exercícios Para Reposicionar as Pernas Tortas: Faça estes 3 exercícios para alinhar as suas Pernas Tortas.

Exercício 1: Agachamento Triangular – Juste os pés da parte de frente formando um triângulo. Depois de ter feito este formato faça 30 repetições.

Exercícios 2: Agachamento com folha no meio das Pernas Tortas – Junte as Pernas segurando uma folha de papel no meio do joelho. Faça o agachamento 3 sets de 10 repetições.

Exercícios 3: Levantamento com as pontas dos pés – Coloque uma folha de papel no meio do joelho e vire os seus pés em 45 graus. Faça levantamento com as pontas dos pés; 3 sets de 10 repetições.

Dica Para Tratar as Pernas Tortas: Verifique o nível de vitamina D do seu corpo. Logo porque a vitamina D é importante para a constituição óssea do organismo, deixando os ossos fortes e absorvendo o cálcio para este processo ser bem sucedido. A deficiência desta vitamina leva a diversos problemas nos ossos e às Pernas Tortas. Monitore o nível de vitamina D do seu corpo através de exame de sangue (solicitar ao seu médico) e, caso esteja deficiente, ingira mais desta substância, através da tomada diária de sol, alimentos como folhagens verde-escuras ou suplementos de vitamina D.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.