Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças

As 5 Doenças Mais Comuns Entre as Mulheres

As 5 Doenças Mais Comuns Entre as Mulheres a mulher é diferente da maioria homens, é mais atenta aos sinais que o corpo dá quando algo não está funcionando corretamente, é mais cuidadosa em relação a sua saúde e da família em geral. Além disso, ir regularmente ao médico, ter uma alimentação saudável e praticar alguma atividade física são atitudes fundamentais para garantir mais qualidade de vida e longevidade.As vezes, com a correria do dia a dia, fica difícil conciliar família e carreira, mas tirar alguns minutos do seu dia para cuidar da saúde é a melhor forma de prevenir algumas das principais doenças que afetam a saúde da mulher. Então, vamos conferir As 5 Doenças Mais Comuns Entre as Mulheres.

Cancro da Mama: O cancro da mama é um tumor maligno provocado pelo desenvolvimento descontrolado das células  bem Comuns Entre as Mulheres, o que origina a formação de um ou mais nódulos na mama. De acordo com estudos clínicos já efetuados, este é o cancro mais mortífero e também o mais comum entre a população do sexo feminino, no entanto, aproximadamente 85% das mulheres com cancro da mama conseguem recuperar.

Não existe uma causa concreta para o surgimento desta doença, mas existem fatores de risco bem Comuns Entre as Mulheres e que podem instigar ou acelerar o seu desenvolvimento. Entre esses fatores encontram-se a idade (acima dos 50 anos o risco aumenta), a existência de casos de cancro na família, não ter filhos ou tê-los depois dos 30 anos, excesso de peso, elevado consumo de álcool e vida sedentária, entre outros.

Prevenção do Cancro da Mama: A luta contra o cancro da mama tem que começar muito antes de ele surgir e a atitude preventiva deve procurar agir sobre os fatores passíveis de serem controlados. Evitar o consumo de bebidas alcoólicas, evitar o excesso de peso mantendo uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes, não fumar, amamentar (no caso das mulheres com filhos), praticar exercício físico de forma regular, e efetuar o diagnóstico precoce de despiste do cancro da mama são Comuns Entre as Mulheres. O diagnóstico precoce engloba o auto-exame da mama, o exame clínico da mama e a mamografia.

Cancro do Colo do Útero: Este cancro é o quarto mais Comuns Entre as Mulheres, afetando na sua maioria mulheres entre os 50 e os 60 anos de idade. Manifestando-se normalmente depois da menopausa (pode inclusive estar relacionado com a terapia de reposição hormonal relacionada com esta fase), o cancro do colo do útero é uma das chamadas “doenças lentas”, uma vez que pode demorar entre 10 a 20 anos até se desenvolver.

Prevenção do Cancro do Colo do Útero: Uma vez que se trata do cancro mais frequente do aparelho reprodutor feminino, as consultas regulares no ginecologista são essenciais para a realização dos exames de rotina e a melhor forma de se despistarem lesões precursoras do cancro do colo do útero ainda em fase embrionária. Outros fatores de risco relacionados com este tipo de cancro e que importa vigiar incluem, hipertensão, obesidade e diabetes Comuns Entre as Mulheres

Infeção Urinária: Cerca de 80 a 90% das pessoas que sofrem de infeções urinárias são Comuns Entre as Mulheres. A infeção urinária é a presença anormal de micro-organismos numa zona do percurso urinário. Esta doença incide mais nas mulheres a partir da idade reprodutiva e estende-se até à idade da menopausa.

Surge quando existe uma queda do estrogênio e dos micro-organismos que protegem esta região mais íntima do corpo feminino, principalmente como consequência de relações sexuais desprotegidas ou devido à presença de bactérias gastrointestinais que migram até à região da bexiga. Só muito raramente as infeções urinárias acontecem pela via da circulação sanguínea.

Prevenção das Infeções Urinárias: Existem algumas medidas bem Comuns Entre as Mulheres para prevenir as infeções urinárias . Entre elas podemos contar a ingestão de líquidos em quantidades saudáveis, a micção antes e depois das relações sexuais, a não retenção de urina em situações do quotidiano, a toma de estrogênio livre de contraindicações hormonais para as mulheres na menopausa.

A manutenção do correto funcionamento do aparelho digestivo, nomeadamente através de uma alimentação saudável e equilibrada. O uso de preservativo durante todas as relações sexuais, a higiene diária e a limpeza correta após a utilização da casa de banho, são outras formas preventivas das infeções urinárias.

Candidíase: Pelo menos uma vez na vida, e a acreditar nas estatísticas, cerca de 75% das mulheres tem candidíase por isso é bem, Comuns Entre as Mulheres. e entre 20 a 25% das mulheres que apresentam corrimentos genitais sofre desta doença. Segundo alguns especialistas, a candidíase não se encaixa na categoria de doença sexualmente transmissível uma vez que pode ser contraída mesmo na ausência de relações sexuais. A candidíase é uma infeção originada pelo fungo Cândida ou Monília e caracteriza-se pelo corrimento de cor esbranquiçada, espesso e grumoso, normalmente acompanhado por irritação no local.

Prevenção da Candidíase: Usar preservativo, secar bem a pele depois do banho, manter uma alimentação saudável e equilibrada, assegurar uma higiene adequada na região genital, evitar o uso diário de absorventes, evitar o uso de papel higiênico perfumado, preferir calças mais largas e deixar de lado as roupas interiores de tecidos sintéticos são algumas das ações preventivas a tomar contra a candidíase.

Vaginose bacteriana: Apesar de também ocorrer devido a contatos íntimos ou a relações sexuais, esta doença não é considerada uma doença sexualmente transmissível, uma vez que algumas das bactérias causadoras existem habitualmente no ser humano. A vaginose bacteriana é uma bem Comuns Entre as Mulheres e a infeção genital provocada por bactérias.

Esta doença pode levar à candidíase e é a causa mais comum do corrimento genital, caracterizando-se Comuns Entre as Mulheres por um desequilíbrio da flora vaginal que provoca o aumento da concentração de bactérias. O odor desagradável característico da vaginose aumenta durante o período menstrual. Esta infeção é mais frequente em mulheres na idade reprodutiva.

Prevenção da Vaginose Bacteriana: Utilizar preservativo em todas as relações sexuais, manter uma higiene íntima adequada, evitar duches vaginais e bidés, pois, estes podem revelar-se locais propícios às bactérias; e limpar sempre a vagina da parte da frente para a parte de trás, para que as bactérias da região do ânus não se desloquem para a região vaginal.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.