Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças

As 12 Doenças Mais Comuns da Infância

As Doenças Mais Comuns da Infância são muitas e variadas. Além disso, o sistema imunológico de uma criança pequena não foi exposto a muitas infecções, por isso ele é muito mais propenso a doenças do que jovens e adultos mais velhos, que criaram imunidade a muitos germes”, diz Joanne Cox, chefe associado da divisão de Pediatria geral no Boston Children’s Hospital. “O fato das crianças pequenas tocarem tudo e em seguida colocarem a mão na boca, contribui bastante para adquirirem novas doenças.” As Doenças Mais Comuns da Infância geralmente são as viroses, alergias e problemas respiratórios.

Então, basicamente, você estará lutando contra uma batalha perdida. Ainda assim, quanto mais experiente você estiver, melhor preparado será para identificar o que está afetando seu filho e ajudá-lo a se sentir melhor o mais rápido possível. Confira As 12 Doenças Mais Comuns da Infância:

Refluxo: O refluxo também é uma das Doenças Mais Comuns da Infância, seus sintomas frequente costumam aparecer logo no primeiro ano de vida, não está relacionado à imaturidade do sistema imunológico, mas do digestivo. Ele ocorre quando o alimento chega ao estômago e volta para o esôfago. Nos primeiros meses, o fato de a criança ingerir apenas líquidos intensifica esse retorno.

A boa notícia é que o problema tende a diminuir à medida que ingredientes sólidos forem incluídos no cardápio. Uma dica para amenizar o desconforto é amamentar em posição vertical e não exagerar na quantidade de leite. Colocar o bebê para arrotar em pé no colo, por cerca de 20 minutos, também facilita a digestão. Quadros severos podem exigir o uso de medicamentos.

Doença Falciforme: Defeitos de nascimento bioquímicos: Às vezes, certas substâncias essenciais para o funcionamento adequado do corpo do bebê são anormais ou completamente ausentes. Sem intervenção, deficiências como essa podem ser devastadoras (e muitas vezes até fatais), porque elas afetam muitos sistemas corporais. A doença pode provocar ataques devastadores de dor e danos aos órgãos vitais e às vezes pode ser fatal.

A doença falciforme é uma das Doenças Mais Comuns da Infância, ela afeta a hemoglobina (uma proteína dentro dos glóbulos vermelhos) de tal forma que as células se tornam distorcidas: em vez de sua forma normal e redonda, eles se parecem com bananas ou foices (daí o nome). Essas células mal formadas ficam presas e destruídas pelo fígado e baço, resultando em anemia. Em casos graves, uma criança afetada pode estar pálida, com falta de ar e cansar facilmente.

Síndrome de Down: Esta doença é causada por defeitos de nascimento cromossômicos. A Síndrome de Down pode ser diagnosticada antes do nascimento. Embora nenhum dos defeitos seja curável, a intervenção precoce permite que uma criança desenvolva todo seu potencial.

Uma criança com síndrome de Down geralmente tem características físicas características, incluindo os olhos inclinados; Orelhas pequenas que se dobram no topo; Uma pequena boca, que faz a língua parecer maior; Um nariz pequeno com uma ponte nasal achatada; Um pescoço curto; E mãos pequenas com dedos curtos.

Mais de 50 por cento das crianças com este defeito têm deficiências visuais ou auditivas. infecções auriculares, defeitos cardíacos e malformações intestinais também são comuns entre crianças com esse defeito. A Síndrome de Down é uma das Doenças Mais Comuns da Infância, estima-se que 1 a cada 700 nascimento apresenta essa síndrome que afeta hoje mais de 270 mil brasileiros.

Viroses: Mais comuns na primeira infância, pois a cada virose a criança ganha resistência orgânica e se torna imune àquele tipo de vírus. Os meios de contágio são diversos, desde alimentos contaminados até pelo ar. Mudanças climáticas que afetem a imunidade também podem facilitar a contração de vírus.

De definição difícil devido à quantidade de vírus existentes no planeta, denomina-se virose qualquer infecção por vírus que apresente sintomatologia característica tais como complicações respiratórias (resfriados, gripes, bronquiolite) e, em muitos casos, as diarreias que são também sintomas virais. As viroses também estão classificadas como as Doenças Mais Comuns da Infância, que adultos, principalmente idosos com baixo funcionamento de imunidade podem adquirir.

Quinta Doença: A quinta doença, também conhecida por eritema infecioso, é uma infeção que é caracterizada como Uma das Doenças Mais Comuns da Infância. Esta doença é causada pelo parvovírus B19, que se dissemina através do contacto direto com os fluidos ou muco do nariz ou da boca de uma pessoa infetada. A quinta doença causa uma erupção cutânea vermelho viva com o aspeto de “cara esbofeteada” que apenas surge quando a pessoa infetada deixar de contagiar.

A quinta doença é geralmente uma doença ligeira e algumas pessoas que são infetadas podem nunca chegar a saber que a tiveram. Os surtos da quinta doença ocorrem habitualmente no final do Inverno e no início da Primavera. Quando os surtos atingem crianças em idade escolar, 10 a 60% das suscetíveis podem desenvolver sintomas. O parvovírus B19 infeta apenas os seres humanos e é diferente do parvovírus que infeta os cães.

Contaminações: Vírus, bactérias ou parasitas, presentes em água ou alimentos contaminados, podem invadir o organismo e provocar vômito, flatulência, diarreia e dores abdominais. Embora pareça algo corriqueiro, a diarreia está entre as principais causas de morte infantil no Brasil, em decorrência da desnutrição e da desidratação, resultantes dos quadros mais graves.

Fundamental em todos os casos, o tratamento inclui a ingestão de 50 a 100 mililitros de soro caseiro por dia (para um litro de água, adicione 3,5 gramas de sal e 20 g de açúcar) e um cardápio rico em alimentos de fácil digestão, como legumes, verduras e frutas. O leite materno ajuda na recuperação.

Pneumonia: A Pneumonia também é uma das Doenças Mais Comuns da Infância, ela pode ser viral ou bacteriana. Considerada uma doença grave que pode levar à morte se não for tratada. Geralmente apresenta febre, dor abdominal, dificuldade respiratória, palidez, falta de apetite e prostração.

Faringite estreptocócica: Geralmente, a infecção é transmitida por contato direto com o muco ou as feridas de alguém com faringite. Os sintomas mais comuns incluem dor de garganta, febre e inchaço nos gânglios linfáticos do pescoço. Raramente, as complicações podem envolver o coração ou os rins.

O tratamento é importante para reduzir as complicações. Antibióticos orais, como a penicilina, amoxicilina, cefalexina ou azitromicina, costumam ser usados. Outros medicamentos, como paracetamol ou ibuprofeno, podem ajudar a melhorar a dor e a febre.

Gastroenterite: A gastroenterite é uma inflamação aguda que compromete os órgãos do sistema gastrointestinal. O problema é mais comum no verão e em locais sem tratamento de água, rede de esgoto, água encanada e destino adequado.

Gripe: A Gripe é uma das Doenças Mais Comuns da Infância, por isso, é isso , é importante medicar o seu filho, antes mesmo que ele apresente os sintomas. A gripe vem com força e rapidez: febre, dores no corpo, arrepios, dor de cabeça, dor de garganta, tosse e às vezes também vômitos e diarréia. É uma doença de inverno que muitas vezes dura mais de uma semana e pode levar a complicações perigosas, incluindo pneumonia.

Felizmente, você pode reduzir o risco da sua criança ao programar uma vacina anual contra a gripe, que pode ser administrada como tiro ou, para crianças com mais de 2 anos, com spray nasal. A vacina não é infalível (uma vez que as cepas do vírus variam ano a ano), mas se ela tiver gripe apesar de ser vacinada, seus sintomas devem ser muito menos graves, ressalta o Dr. Hirschenfang. Se você suspeita que seu filho tenha gripe, faça uma consulta com seu pediatra imediatamente.

Roséola: é uma infecção geralmente leve causada por duas cepas do vírus da herpes. É comum e costuma afetar crianças de dois anos de idade. Ocasionalmente, afeta adultos.
Os sintomas incluem vários dias de febre alta, seguida por erupção cutânea. A erupção pode ter o aspecto de várias manchinhas rosas. O tratamento inclui repouso, uso de fluidos e medicamentos para abaixar a febre.

VSR: O vírus sincicial respiratório (VSR) é um dos principais causadores de doenças respiratórias, por isso a VSR é uma das Doenças Mais Comuns da Infância. As doenças ocasionadas pelo VSR são transmitidas por meio de gotículas com o vírus transportadas pelo ar ou também por contato direto com as secreções da boca ou nariz de uma pessoa infectada.

Em crianças acima de dois anos de idade, ou adultos saudáveis, a infecção por VSR pode ser confundida com um simples resfriado. Porém, em crianças prematuras ou portadoras de doenças cardíacas congênitas e displasia broncopulmonar, o vírus pode levar à hospitalização e até ao óbito.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.