Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde Doenças e Tratamentos

Aerocolia – Causas, Sintomas e Tratamentos

Aerocolia – Causas, Sintomas e Tratamentos que devemos ficar atentos. Além disso, a aerocolia é uma acumulação de gases no cólon. A aerocolia não é propriamente perigosa, mas pode ser bastante desagradável. Ela é causada pelo acúmulo de gás carbônico no aparelho digestivo por deglutição excessiva de ar durante uma refeição ou pela produção deste gás durante o processo de digestão (papel das bactérias digestivas durante a fermentação). Os principais sintomas são inchaço, dores abdominais, gases e eructações (arrotos). Certos medicamentos podem diminuir a quantidade de ar no aparelho digestivo e aliviar estes sintomas.

Aerocolia é tipicamente causada pela fermentação de alimentos não digeridos, tais como legumes fibra no cólon. gás também pode ser formado quando o seu sistema digestivo não rompe completamente certos componentes presentes nos alimentos, tais como produtos de glúten ou açúcar de leite e frutas.

Principais Causas da Aerocolia: A aerocolia são gases intestinais acumulados chamados também de flatulências, notados pelo inchaço e o incômodo abdominal. Estes gases se acumulam no intestino, sendo evacuados através da boca ou pelo ânus. A alimentação é um dos principais fatores que causa a aerocolia. Pessoas que se alimentam sem digerir direito o alimento por comer rápido demais, são as mais expostas a terem a doença.

Alguns alimentos também contribuem para o surgimento dos gases, entre eles podemos citar os derivados do leite, feijão, grão-de-bicoRepolhoErvilha, Lentilha, Milho, Brócolis, Couve-Flor, Cebolas, Iogurtes, ovos, e outros. Estes alimentos possuem um alto índice de quantidade de fibras e carboidratos que fermentam por bactérias durante a digestão, levando a pessoa a ter uma tendência ainda maior da produção desses gases.

Outras causas que podemos citar são as pessoas que sofrem de ansiedade, neurose, estresse emocional, medo, boca seca ou muita salivação por mascar goma, esses sintomas produzem gases, porque estas pessoas passam a ingerir os alimentos com muita rapidez e acabam mastigando de maneira inadequada, ai acabam engolindo muito ar e a partir disso dificultam a digestão normal. Normalmente a aerocolia passa após algumas horas sem gerar complicações graves. Porém, pode causar acúmulo de gases gerando alongamento do intestino grosso, delgado e do estômago.

Outras causas de Aerocolia:

  • Resíduos de alimentos no cólon
  • Mudanças nas bactérias intestinais devido a antibióticos ou outros medicamentos
  • Má absorção de hidratos de carbono, o que altera o equilíbrio de bactérias no sistema digestivo
  • ar engolido que se move para o cólon
  • Prisão de ventre, já que a maioria desperdício de alimentos permanece no cólon, para passar mais tempo produzindo gases pode fermentar.

Ele pode ser um distúrbio digestivo, tais como síndrome do intestino irritável ou síndrome da intolerância à lactose.

Principais Sintomas de Aerocolia: Os sintomas que caracterizam os gases são dores abdominais, mas outros sinais podem identificar o problema, são eles o inchaço abdominal, sensação de fraqueza e também sequencia de arrotos.gases-no-estomago
Além disso, quando se expele o pum, que em alguns casos podem ser mal cheirosos, esse é sinal que também ajuda a identificar o problema.

Como Prevenir a Aerocolia: Para impedir que os gases em excesso:

  • Evite alimentos que mais afetam.
  • Comer menos alimentos gordurosos.
  • Evite feijões, ervilhas, lentilhas, repolho, cebola, brócolis, couve-flor, pão de trigo integral, cogumelos, cerveja e refrigerantes.
  • Se os produtos lácteos são um problema, consumir variedades sem lactose.
  • Reduzir alimentos ricos em fibras, porque eles podem produzir muito gás.
  • Coma devagar.
  • Tomando uma curta caminhada depois de comer.

Tratamentos Para Aerocolia: Os tratamentos visam diminuir, não eliminar o inchaço e a flatulência. É viável que seja feita uma dieta para evitar alimentos que acumulem gases intestinais. Pode-se optar por uso de medicamentos contanto que seja feita uma consulta com um clínico geral ou gastroenterologista, pois ele irá indicar a medicação correta ou até mesmo fazer exames para distinguir a causa certa do problemas, pois muitas vezes pode não estar necessariamente ligada a alimentação.

Estes medicamentos podem diminuir a quantidade de ar no aparelho digestivo e aliviar sintomas como o inchaço, dores abdominais, gases e arrotos. Você também pode contar com ajuda de medicamentos caseiros que são bastantes eficazes no tratamento. Procure realizar atividade física, pois auxilia a acelerar o trânsito intestinal e a modular a sensibilidade do intestino aos gases nele presentes.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.