Scroll Top

Como EMAGRECER Definitivamente de Uma Forma Rápida e SAUDÁVEL, Sem Sofrimento e Sem Suar em Academias...

Coloque seu E-mail:

Como Conquistar o homem dos seus Sonhos

Dicas de Saúde

3 Dicas de Como Prevenir e Tratar a Hérnia de Disco

Antes de ler o Artigo, Curta-nos Abaixo!

3 Dicas de Como Prevenir e Tratar a Hérnia de Disco! que qualquer um pode realizar. Além disso, Quando há a ruptura da Hérnia de Disco e esta é empurra para fora. Os nervos podem estar sendo comprimidos, pressionados por falta de espaço. A Hérnia de Disco pode ocorrer sem aviso e a qualquer momento, com uma queda ou um acidente de carro em que haja uma pancada ou pode ocorrer gradualmente com o esforço repetitivo da coluna vertebral.

Como Prevenir e Tratar a Hérnia de DiscoMuitas vezes as pessoas que sofrem de uma Hérnia de Disco já estão há um tempo com um problema chamado de estenose espinal, uma doença que causa o estreitamento do espaço ao redor da medula espinhal e dos nervos espinhais. Quando um disco herniado ocorre, o espaço para os nervos é ainda mais reduzido acontece a irritação do nervo.

Quando a medula espinhal ou nervos são comprimidos eles não funcionam corretamente. Isto significa que sinais anormais podem ser passados a partir dos nervos ou eles podem não ser transmitidos. Os sintomas mais comuns de uma Hérnia de Disco incluem.

A dor e semelhante a um choque elétrico a tal dor e intensa acontece porque a pressão sob o nervo causa sensações anormais, geralmente sentidas desta forma. Quando a compressão ocorre na região cervical (pescoço), os choques podem ocorrer embaixo dos braços. Quando a compressão é na região lombar, os choques ocorrem nas pernas e ambos podem ser intensos ou fracos, mas incomodam bastante.

Formigamento e dormência frequentemente relatam aos médicos que sentem formigamento e dormência. Estes sintomas podem ser sentidos em pernas, braços e costas.

Causas da Hérnia de Disco: Não é à toa que muitas lesões da coluna vertebral são atribuídas ao desequilíbrio e ao desalinhamento desta estrutura. Ou seja, a má postura é, sem dúvida, a grande vilã das mazelas existentes na coluna.

  • Fatores hereditários;
  • Traumas diretos ou de repetição;
  • Fumo;
  • A idade avançada também é motivos de lesões degenerativas;
  • O sedentarismo é um fator determinante para dores nas costas;
  • Posição de ficar muito tempo sentado ou em pé no trabalho;
  • Ação de lnclinar e girar o tronco frequentemente;
  • Ação de levantar, empurrar e puxar objetos;
  • Movimentos repetitivos em casa ou no trabalho;
  • Prática esportiva;
  • Trabalho que provoca vibrações no corpo;
  • Trabalhar dirigindo;
  • Fletir o tronco com frequência para apanhar objetos;
  • Fatores psicológicos e psicossociais.

Hérnia de Disco Sintomas:

  • Mencionaremos os sintomas da Hérnia de Disco lombar, já que é o lugar mais comum de surgirem.
  • As pessoas que sofrem deste mal dizem que o principal sintoma é uma dor cortante e aguda, que pode se irradiar para baixo até uma perna.
  • Também podemos experimentar uma sensação de formigamento e fraqueza. Estes sintomas aparecem assim que realizamos movimentos bruscos ou esforços excessivos.
  • Um teste que o médico fará que indique ou sugira a hérnia lombar é: você deita de barriga para cima sobre uma maca, o médico pede que levante a perna estendida e imediatamente a dor aparecerá.

 

Como Prevenir e Tratar a Hérnia de Disco (2)Tratamento de Hérnia de Disco: O primeiro tratamento para a Hérnia de Disco é um período de repouso com medicamentos analgésicos, seguido por fisioterapia. A maioria das pessoas que segue esses tratamentos se recupera e retorna a suas atividades normais (cerca de 80% em 6 semanas de tratamento). Poucas pessoas precisarão de tratamento mais específico, que pode incluir injeções de esteroides (bloqueios da dor), radiofrequência pulsada ou cirurgia.

As pessoas que sofreram um deslocamento de disco causado por lesão (como um acidente de carro ou levantamento de objeto pesado) receberão medicamentos anti-inflamatórios e drogas analgésicas do tipo narcóticas, se apresentarem dor forte nas costas e nas pernas.

Caso o paciente tenha espasmos nas costas, provavelmente receberá relaxantes musculares. Em poucas ocasiões, podem ser receitados esteroides orais ou injetáveis. Os anti-inflamatórios são usados para controlar a dor, mas narcóticos ( analgésicos potentes ) podem ser receitados caso a dor não responda aos anti-inflamatórios e corticoesteróides,

Além disso, os fisioterapeutas mostrarão posições e exercícios para minimizar as dores causadas pela Hérnia de Disco. Entre as recomendações dos profissionais podem estar compressas com gelo ou calor, tração, ultrassons, estímulos elétricos e imobilização temporária do pescoço e da parte inferior das costas.

As injeções de esteroides na região da Hérnia de Disco (bloqueios epidurais) podem ajudar a controlar a dor por vários meses. Essas injeções ajudam a reduzir o processo inflamatório ao redor do disco e da raíz nervosa, podendo aliviar muitos sintomas ou mesmo resolver o problema. As injeções espinhais normalmente são aplicadas em centro cirúrgico ambulatoriais, usando raio-X específico (fluoroscopia) para localizar a área da coluna onde a injeção será aplicada.

Outro tratamento é a radiofrequência pulsada, onde através da fluoroscopia, uma agulha é colocada diretamente na raiz nervosa e conectada a um aparelho que envia uma onda elétrica (radiofrequência), para o nervo tratando a dor de forma elétrica (neuromodulação). Em último caso, a cirurgia pode ser uma opção para os poucos pacientes cujos sintomas não desaparecem com outros tratamentos e ao longo do tempo, sendo que hoje, existem centros que utilizam-se das cirurgias minimamente invasivas, como a endoscopia. Então, confira 3 Dicas de Como Prevenir e Tratar a Hérnia de Disco:

  • Massoterapia ou massagens: ao sofrer uma lesão os músculos tentam nos defender e freiam o movimento com uma consequente contratura.
  • Injeção de esteroides: são aplicados na zona onde se encontra a hérnia e pode ajudar aliviar a dor.
  • Ozonoterapia: consiste na aplicação de ozônio terapêutico. A terapia consiste na infiltração de ozônio com esteroides diretamente na zona danificada. Ainda existem controvérsias sobre este tratamento, mas pode ser uma opção diante ao tratamento cirúrgico.

OBS: O mais importante é que as pessoas busquem informação, conheçam as opções de tratamento que podem ser utilizadas e juntamente com um profissional de sua confiança iniciem o quanto antes o seu tratamento.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Comentários

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.